Wild cards do Giro d'Itália causam polémica


A organização do Giro d'Itália anunciou hoje as quatro equipas convidadas para participarem na 100ª edição da prova. Os "felizes contemplados" com wild card foram Bardiani CSF, Wilier Selle Italia, Gazprom-Rusvelo e CCC Sprandi Polkowice, deixando assim de fora a Nippo Vini Fantini e a Androni Giocattoli.

Durante estas semanas houve uma verdadeira luta entre as equipas italianas para tentarem segurar um convite de forma a entrar no Giro. Visto que a ausência da maior prova de ciclismo do país pode ser fatal para algumas equipas, o anúncio de hoje causou alguma estranheza nos meios de comunicação italianos.

A organização tem o direito de convidar quatro equipas, uma delas já se sabia que seria a Bardiani CSF por ter vencido a Coppa Italia. Também já era quase certo o convite para a Gazprom-Rusvelo, sobrando assim dois lugares, que muitos esperavam ser para equipas italianas.

O que é certo que é hoje foi feito o anúncio e tanto a Nippo Vini Fantini como a Androni Giocattoli, ficam fora do Giro d'Itália.
Os motivos oficiais desta escolha não se sabe mas rumores apontam para patrocinadores ligados à Gazprom e CCC.

Mauro Vegni da RCS Sport (organizador do Giro d'Itália) afirmou que tem apoiado frequentemente o ciclismo italiano apesar da sua perda de importância nos últimos anos, mas deixou claro que os interesses comerciais da RCS Sport vêm antes de qualquer forma de patriotismo.

Para além dos convites para o Giro d'Itália, foram também anunciados para a Strade Bianche, Tirreno Adriático e Milão-São Remo.

Strade Bianche:

Androni Giocattoli (ITA)
Bardiani CSF (ITA)
Nippo-Vini Fantini (ITA)

Tirreno-Adriático
Androni Giocattoli (ITA)
Bardiani CSF (ITA)
Nippo-Vini Fantini (ITA)
Team Novo Nordisk (USA)

Milão-São Remo
Androni Giocattoli (ITA)
Bardiani CSF (ITA)
Nippo-Vini Fantini (ITA)
Team Novo Nordisk (USA)
Gazprom-Rusvelo (RUS)
Wilier Selle Italia (ITA=
Cofidis, Solutions Credits (FRA)

Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário