Clássicas de Outono Italianas

Muro di Sormano
No ciclismo, o Outono significa 'final de temporada', mas antes dos ciclistas irem de férias, em Itália existem um conjunto de clássicas que animam os fãs da modalidade nesta altura.
As clássicas disputam-se no mês de setembro e inicio de Outubro, com o final a ser na monumental clássica, o Giro da Lombardia.
Este ano, uma das clássicas não se disputará, o GP Industria&Comercio di Prato. Ao todo serão 12 clássicas, sendo que uma delas, não é bem uma clássica mas sim uma prova com duas etapas, trata-se do Giro delle Toscana, que em 2015 não se realizou e volta em 2016.
As mais duras, são o Giro da Lombardia, Milano-Torino e o Giro dell'Emilia, que habitualmente são ganhas por homens da montanha. As restantes das provas, é um misto de percurso planos ou rompe pernas, com constante sobe e desce.
Aqui fica o calendário das provas:

Em 2015, Vincenzo Nibali venceu 3 clássicas, entre elas o Giro da Lombardia, Jan Bakelants venceu duas. Os italianos como é de esperar dominam a lista de vencedores.

Últimos vencedores

No conjunto das clássicas destacam-se dois conjuntos de 3 clássicas: o trittico Lombardo e o trittico Autunno. 
Habitualmente, estas provas eram todas realizadas seguidas, no entanto nos último anos o trittico Lombardo deixou de ter as 3 provas juntas, com a Tre Valle Varesine a ser deslocada 12 dias depois da Coppa Bernocchi e Agostoni, que abrem a temporada das clássicas de Outono italianas. Em 2015, Vincenzo Nibali ganhou a Geral do trittico Lombardo.

O trittico Autunno, ao contrário do Lombardo continua ter as 3 provas juntas (Milano-Torino, Giro del Piemonte e Giro da Lombardia), sendo que em alguns anos, tanto o Giro del Piemonte, como a Milano-Torino não se realizaram. Em 2015, o Giro del Piemonte regressou depois de dois anos de interregno.
De referir que a Milano-Torino é a clássica mais antiga do calendário, mais antiga que a Liège-Bastogne-Liège. A primeira edição realizou-se em 1876!

Trittico Lombardo

Trittico Autunno

O Piccolo Giro da Lombardia, é uma prova para ciclistas sub-23.

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário