A CMtv e a Volta à Suíça


Num destes dias, estava a assistir à transmissão da Volta à Suíça através da CMtv, quando a poucos quilómetros do final reparo que o ecrã fica dividido em dois. 
Do meu lado esquerdo estava a ser transmitida a etapa e do lado direito via-se uma sala de conferência de imprensa. Não gostei mas foi o menos mal de toda a situação. 
Passado algum tempo e, a cerca de 3 quilómetros para a meta, o seleccionador nacional de futebol, Fernando Santos, começa a sua conferência de imprensa e a CMtv não esteve com meias medidas, retirou o som da etapa da Volta à Suíça para se ouvir o que o seleccionar tinha para dizer sobre o jogo do dia anterior. Nesse mesmo momento senti-me insultada. Era o momento decisivo da etapa, todos os outros quilómetros anteriores se resumiam àquele momento, mas a CMtv achou que todos os que estavam a assistir ao seu canal, naquele momento, queriam era saber de futebol. Achou que estavam todos a ver ciclismo mas que no fundo estavam só a aguardar pela conferência de imprensa. 
Não tenho absolutamente nada contra futebol, mas tenho tudo contra a falta de respeito para com os telespectadores. A CMtv comprou os direitos de transmissão da Volta à Suíça, comprometeu-se para com o público a prestar esse serviço, mas no final o que importa mesmo é a bola. 

Para além da falta de respeito para com os adeptos, é também uma enorme falta de respeito para quem estava a comentar a etapa e para com a modalidade (neste caso foi o ciclismo, mas fosse a modalidade que fosse). 
Sim, já devíamos estar habituados. É triste ver uma situação destas e faz-me crer que continuamos como o país dos 3 F's mesmo tendo passado tantos anos desde Abril. 

Ai Portugal, Portugal....


Notas de rodapé: 
Artigo de opinião pessoal.
Imagem retirada da internet.

Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

3 comentários:

  1. Infelizmente já me habituei que Portugal é só futebol. Basta ver a quantidade de jornais desportivos diários e o tempo que se perde nos noticiarios sobre coisas superfluas da vida dos jogadores de futebol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bem verdade! A cultura desportiva neste país é inexistente.

      Eliminar
  2. Também senti precisamente o mesmo, mas esta nem foi a pior. Na estapa do contra-relógio, seguia a transmissão dentro da normalidade, quando nisto o comentador rapidamente introduz um "alerta de última hora" tendo para o efeito que interromper-se a transmissão. Pensa o telespectador: que raio terá acontecido?? acabou o Mundo, acabou a crise financeira, ou mais grave e no seguimento do mesmo tema que fizera interromper a transmissão num dia anterior, o CR7 encravou uma unha do pé.
    Nenhuma das anteriores.
    Inspire-se fundo e que venha de lá essa "ultima hora" que qualquer comum amante de ciclismo aguenta uma pequena interrupção.
    Pois o que me leva a sentir que esta interrupção foi pior que a da conferência de imprensa foi mesmo que de pequena interrupção nao teve nada. Nem quis acreditar.
    Mau demais. Mas também vindo de onde vem não é de esperar. O que não era de esperar era um canal destes com um conteudo destes como o Tour de Suisse.
    Isso é que é totalmente desajustado e a reclamar o telespectador de algo, deveria ser disso mesmo.

    ResponderEliminar