Giro 2016 - Antevisão 3ª Etapa

A 3ª etapa inverte as cidades de partida da etapa anterior, ou seja, a partida desta vez será em Nijmegen e a chegada Arnhem. Será um dia novamente praticamente plano, com excepção da única subida categorizada, a Posbank (2.2 km a 2.9%, GPM 4), com os últimos 500 metros a 7,2% e com uma secção a 12%. A subida encontra-se a 53 Km, o que faz com que esta ascensão não tenha qualquer tipo de papel na definição da etapa.
Em Arnhem, os ciclistas terão à sua espera, um circuito de 14 Km, que será ultrapassado por duas vezes.

Perfil 3ª Etapa
Cidade de partida: Nijmegen

A cidade vista da outra margem
É considerada a cidade mais antiga da Holanda. Localizada na província de Gelderland a poucos quilómetros da Alemanha. 
Num passeio a pé conseguimos encontrar não só as marcas do seu passado histórico, mas também o lado mais moderno. 
A cidade é historicamente muito rica, o que deu origem a vários museus. Numa visita à cidade existem alguns a não perder, como por exemplo, o Museu Het Valkhof especialmente famoso pelos artefactos arqueológicos romanos. Mas, Nijmegen é igualmente perfeita para quem gosta de actividades ao ar livre. Caminhar, andar de bicicleta e, a não perder, as reservas naturais de Ooijpolder e Duffelt.

Cidade de chegada: Arnhem

Ponte da cidade de Arnhem 
Arnhem é uma cidade localizada em Gelderland, nas margens do rio Reno, sendo mesmo a capital desta província.
Cidade é conhecida pelas várias atracções, museus e, muito em parte pelo Parque Nacional Hoge Veluwe. Passeie pela cidade antiga, conheça as suas praças e monumentos históricos. No verão a zona do cais é muito popular, com os bares e restaurantes.

Condições atmosféricas
Mais um dia cheio de Sol na Holanda, com temperaturas a rondar os 23 e 24 ºC. Porém o vento irá soprar com mais força do que nos dias anteriores. Os ciclistas terão vento de Este, com rajadas de 40 e 50 Km/h.
Previsão meteorológica para a região de Arnhem
Favoritos
*** Marcel Kittel
** Sacha Modolo, Arnaud Démare, Giacomo Nizzolo
* Elia Viviani, André Greipel, Caleb Ewan, Alexander Porsev, Nicola Ruffoni, Kristian Sbaragli

A nossa aposta: Marcel Kittel
Depois da exibição na 2ª etapa, é o grande favorito. O seu sprint foi demolidor, quando acelerou e saiu da roda de Démare, ninguém o conseguiu acompanhar, numa exibição esclarecedora do poderio deste alemão, que é neste momento o melhor sprinter da actualidade.
Uma das curiosidades, é que se Kittel vencer esta etapa, será a 4ª vitória de sempre dele no Giro, sendo que todas foram ganhas fora de Itália.
Outsider: Sacha Modolo
Foi 3º na 2ª etapa e está em boa forma. Na edição passada venceu duas etapas e este ano, espera-se que pelo menos consiga vencer etapas. A tarefa neste momento é muito complicado, porque Kittel demonstrou estar noutro planeta, mas mais para a frente e em solo italiano, Modolo pode ter mais hipóteses. Mas primeiro na 3ª etapa, o italiano da Lampre tentará surpreender Kittel.

Seguir em directo: #giro, Eurosport 1, @giroditalia

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário