Vuelta Asturias Julio Alvarez Mendo (2.1) - Antevisão


A Vuelta às Astúrias é uma das provas por etapas mais antigas do calendário espanhol. São 90 anos de história, onde se realizaram 58 edições.
Os adeptos asturianos são dos mais fieis do país vizinho, apesar da prova já ter passado por várias crises, conseguiu sempre dar a volta, muito por culpa da paixão que há na região pelo ciclismo. É uma prova dura, o que não é novidade, realiza-se numa região onde o que não faltam são subidas icónicas e cheias de história no ciclismo.
Este ano, tal como tem sido tradição, algumas equipas portuguesas estarão presentes na prova, serão elas: W52-FC Porto-Porto Canal, Louletano - Hospital de Loulé e Rádio Popular Boavista.

História
últimos 10 vencedores
2006 Óscar Sevilla (ESP) T-Mobile Team
2007 Koldo Gil (ESP) Saunier Duval–Prodir
2008 Ángel Vicioso (ESP) LA-MSS
2009 Francisco Mancebo (ESP) Rock Racing
2010 Constantino Zaballa (ESP) Centro Ciclismo de Loulé-Louletano
2011  Javier Moreno (ESP) Caja Rural
2012 Beñat Intxausti (ESP) Movistar Team
2013 Amets Txurruka (ESP) Caja Rural–Seguros RGA
2014 Não se realizou
2015 Igor Antón (ESP) Movistar Team

Edição 2015
1 Igor Antón (ESP) General classification Movistar Team 8hr 51' 56"
2 Amets Txurruka (ESP) Caja Rural–Seguros RGA +12"
3 Jesús Herrada (ESP) Points classification Movistar Team +25"
4 Marcos Garcia (ESP) Louletano–Ray Just Energy +1' 11"
5 Garikoitz Bravo (ESP) Murias Taldea +1' 15"
6 Evgeny Shalunov (RUS) Lokosphinx +1' 39"
7 Rodolfo Torres (COL) Mountains classification Colombia +1' 43"
8 Alberto Gallego (ESP) Rádio Popular–Boavista +1' 43"
9 Javier Moreno (ESP) Movistar Team +2' 48"
10 Omar Fraile (ESP) Caja Rural–Seguros RGA +4' 01"

Percurso
 1ªetapa - 30 Abril: Oviedo - Alto del Acebo, (152.5 km)
 2ªetapa - 1 Maio: Cangas del Narcea - Pola de Lena, (186.7 km)
 3ªetapa - 2 Maio: Bueño - Oviedo, (121.5 km)

A 1ª etapa é a mais dura com um final em alta montanha, no Santuário del Acebo, um final bastante duro com 9,4 quilómetros a uma pendente média acima dos 8%, será o principal teste da rpova e logo no primeiro dia.
Na 2ª etapa, apesar de haverem 5 contagens de montanha categorizadas, todas elas são de 3ª categoria, é ao dia mais 'fácil' para os ciclistas, pode acabar ao sprint, se alguma equipa decidir controlar o ritmo no pelotão.
A 3ª e última etapa,é parecida com a 2ª, até que a menos de 10 quilómetros do final, aparece a subida curta mais complicado, El Violeo, são 3,6 quilómetros a uma pendente média de 8,3%.

Perfis
1ªetapa - 30 Abril: Oviedo - Alto del Acebo, (152.5 km)
Imagem
Perfil da 1ª etapa

Santuario del Acebo perfil
Perfil da subida ao El Acebo
Favoritos
*** Daniel Moreno
** Hugh Carthy
* Carlos Betancur

2ªetapa - 1 Maio: Cangas del Narcea - Pola de Lena, (186.7 km)
Imagem
Perfil da 2ª etapa
Favoritos
*** Juanjo Lobato
** Eduard Prades
* Diego Milan

3ªetapa - 2 Maio: Bueño - Oviedo, (121.5 km)
Imagem
Perfil da 3ª etapa
Favoritos
*** Carlos Betancur
** Angel Madrazo
* José Herrada

Startlist

Favoritos
***** Daniel Moreno
**** Carlos Betancur, Hugh Carthy
*** José Herrada, Garikoitz Bravo, Angel Madrazo
** Javier Moreno, Frederico Figueiredo, António Carvalho
* João Benta, Sérgio Pardilla, Hernan Parra

A nossa aposta: Daniel Moreno
Aparece juntamente com Carlos Betancur como o principal trunfo da Movistar para esta prova. O Colombiano deu mostras de voltar ao seu melhor nas ARdenas, enquanto Daniel Moreno não se mostrou particularmente forte. No entanto achamos que a prova asturiana é feita à medida das suas características e estando inserido na melhor equipa que está em prova é natural que Moreno acabe por vencê-la.
Ousider: Hugh Carthy
Tem sido uma das boas surpresas do ano da Caja Rural. Com alguns resultados interessantes, o jovem britânico chega às Astúrias com legitima ambição de lutar pela vitória. Apesar de estar a fazer um excelente 2016, a última prova que fez não foi brilhante, no Giro del Trentino esteve longe do que já fez este ano. Nas Astúrias vai querer voltar aos bons resultados.

Seguir em directo: @vueltasturias, #lavueltina

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário