Volta à Romandia (2.WT) - Antevisão



A Volta à Romandia em 2016 comemora a sua 70ª edição, desde 1947 que se realiza a prova, que tem como cenário a região suiça da Romandia.
A prova disputa-se tradicionalmente antes da primeira grande volta do ano, o Giro d'Italia, que faz com que a mesma tenha um atractivo adicional, já que alguns dos que estarão na prova italiana estarão na Romandia.
A lista de vencedores é de luxo, nomes como Gino Bartali, Eddy Merckx, Felice Gimondi, Giuseppe Saronni, Stephen Roche, Claude Criquielion, Tony Rominger, Laurent Jalabert, Bradley Wiggins e Chris Froome constam nela.
Os italianos são aqueles que venceram, mais vezes a prova, com 13 triunfos na geral, seguidos dos suiços com 12 e os franceses com 10 vitórias.
A prova é marcada pela muita montanha, o que não surpreende já que a Suiça e mais especificamente neste caso a Romandia, o que não falta é montanha e para todos os gostos.

História
últimos 10 vencedores
2006 Cadel Evans (AUS) Davitamon–Lotto
2007 Thomas Dekker (NED) Rabobank
2008 Andreas Klöden (GER) Astana
2009 Roman Kreuziger (CZE) Liquigas
2010 Simon Špilak (SLO) Lampre–Farnese Vini [1]
2011 Cadel Evans (AUS) BMC Racing Team
2012 Bradley Wiggins (GBR) Team Sky
2013 Chris Froome (GBR) Team Sky
2014 Chris Froome (GBR) Team Sky
2015 Ilnur Zakarin (RUS) Team Katusha

Edição 2015
1 Ilnur Zakarin (Rus) Team Katusha 18:36:30
2 Simon Spilak (Slo) Team Katusha 0:00:17
3 Christopher Froome (GBr) Team Sky 0:00:35
4 Thibaut Pinot (Fra) FDJ.fr 0:00:49
5 Rigoberto Uran (Col) Etixx - Quick-Step 0:01:20
6 Simon Yates (GBr) Orica GreenEdge 0:01:21
7 Rafal Majka (Pol) Tinkoff-Saxo 0:01:24
8 Nairo Quintana (Col) Movistar Team 0:01:42
9 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale 0:01:43
10 Vincenzo Nibali (Ita) Astana Pro Team 0:01:54

Percurso
 Prólogo - 26 Abril: La Chaux-de-Fonds - La Chaux-de-Fonds, (4 km)
 1ªetapa - 27 Abril: La Chaux-de-Fonds - Moudon, (167 km)
 2ªetapa - 28 Abril: Moudon - Morgins, (173 km)
 3ªetapa - CRI - 29 Abril: Sion - Sion, (15 km)
 4ªetapa - 30 Abril: Conthey - Villars-s/Ollon, (173 km)
 5ªetapa - 01 Maio: Ollon - Genève, (172 km)

Prova muito dura, como é tradição na Romandia. Com dois contrarrelógios, a abrir um prólogo e depois na 3ª etapa, serão 15 quilómetros de esforço individual. As 2ª e 4ª etapas são duras com chegadas em alto, ideal para os trepadores. A 1ª e 5ª etapa, não são etapas de alta montanha, mas não são planas, os sprinters terão dificuldades em aparecer nesta prova.
Outro factor que terá relevância serão as condições atmosféricas na Romandia, que costumam ser bastante complicadas, com chuva, frio e vento.

Perfis
 Prólogo - 26 Abril: La Chaux-de-Fonds - La Chaux-de-Fonds, (4 km)
Perfil do prólogo
Prólogo que é dividido em duas partes, a primeira, uma subida de 1630 metros de extensão e depois é uma descida até ao final.
Favoritos:
*** Tom Dumoulin
** Chris Froome
* Ilnur Zakarin

 1ªetapa - 27 Abril: La Chaux-de-Fonds - Moudon, (167 km)
Perfil da 1ª etapa
Etapa típica para os especialistas de clássicas, com um percurso muito irregular. Os corredores terão de ultrapassar quatro contagens de montanha categorizadas, três de 3ª e uma de 4ª categoria. O final não é completamente plano.
Favoritos:
*** Michael Albasini
** Nicollo Bonifazio
* Ben Swift

 2ªetapa - 28 Abril: Moudon - Morgins, (173 km)
Perfil da 2ª etapa
Uma das etapas decisivas, com final em alta montanha. Percurso de constante sobe e desce, com três contagens de montanha, duas de 2ª e uma de 1ª categoria (coincide com o final). Os últimos 20 quilómetros são terríveis, com a ascensão de 2ª categoria a Les Champs a ter de ser ultrapassada e depois logo de seguida aparece a subida final para Morgins.
Favoritos:
*** Chris Froome
** Nairo Quintana
* Thibaut Pinot

 3ªetapa - CRI - 29 Abril: Sion - Sion, (15 km)
Perfil da 3ª etapa
Contrarrelógio com uma primeira parte completamente plana, que são os 3 primeiros quilómetros. Apartir daí aos 9 quilómetros é sempre a subir, exceptuando uma pequena secção de descida ao  oitavo quilómetro. Depois é descer até à meta.
Favoritos:
*** Tom Dumoulin
** Ilnur Zakarin
* Chris Froome

 4ªetapa - 30 Abril: Conthey - Villars-s/Ollon, (173 km)
Perfil da 4ª etapa
É a etapa raínha da prova, com cinco contagens de montanha, três delas de 1ª categoria, com uma delas a coincidir praticamente com o final. Ainda antes dos 20 quilómetros aparece a 1ª contagem, de 3ª categoria, depois aparece o Col des Planches ao quilómetro 78,3, seguido de descida, uma parte plana e chega a última contagem de 3ª categoria.
Perto dos 140 quilómetros, aparece a segunda contagem de 1ª categoria e depois da perigosa descida, os corredores irão enfrentar a última subida, de 1ª categoria, o final apesar de não coincidir, está bem próximo.
Favoritos:
*** Nairo Quintana
** Chris Froome
* Ilnur Zakarin

 5ªetapa - 01 Maio: Ollon - Genève, (172 km)
Perfil da 5ª etapa
É o dia que favorece mais os sprinters, porém está longe de ser um dia com terreno plano. Além das duas contagens de montanha de 3ª categoria, o percurso é de constante sobe e desce, o que pode complicar a vida de sprinters como Kittel.
Favoritos:
*** Marcel Kittel
** Ben Swift
* Nicollo Bonifazio

Startlist

Favoritos
***** Chris Froome, Ilnur Zakarin, Nairo Quintana
**** Simon Spilak, Thibaut Pinot, Richie Porte
*** Rui Costa, Tejay Van Garderen, Romain Bardet
** Tom Dumoulin, Sebastien Reichenbach, Rafal Majka
* Wilco Kelderman, Geraint Thomas, Miguel Ángel Lopez, Michal Kwiatkowski

A nossa aposta: Ilnur Zakarin
Vencedor da edição do ano e já este ano mostrou credenciais, nomeadamente na última prova antes da Romandia, a Liège-Bastogne-Liège, onde foi quinto classificado. Excelente corredor para provas de 1 semana, consegue subir e fazer contrarrelógios ao nível dos melhores. Ainda conta com uam equipa de luxo para o apoiar a ele e a Simon Spilak.
Na nossa opinião é o mais forte candidato a vencer a prova.
Outsider: Rui Costa
Está em grande forma, demonstrou-o nas Ardenas, onde apesar de não ter ganho qualquer das clássicas, exibiu-se bem, fazendo pódio na La Doyenne.
A sua regularidade nas provas por etapas de 1 semana é notável, dificilmente não fará top-10, com fortes probabilidades de estar nos 5 melhores. Outro factor que joga a seu favor são as condições atmosféricas adversas, que costuma ser uma das característica da prova suiça.

Seguir em directo: @TourDeRomandie, #TDR2016


Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário