Vuelta 2015 - Antevisão 5ª etapa

Ao quinto dia a Vuelta contínua pelo Sul de Espanha, desta vez vai chegar a uma das cidades mais visitadas da região, Ronda.
Dia bastante tranquilo, ideal para uma chegada ao sprint.

Local de partida: Rota
Vista do Porto de Rota
Município andaluz, da província de Cádiz, com cerca de 30 mil de habitantes. Vive do turismo, sendo que na época baixa a principal actividade económica é a indústria pesqueira.
Está localizada entre Gibraltar e a fronteira com Portugal na Baía de Cádiz. A cidade também tem uma base naval conjunta, Espanha e Estados Unidos. Chegou a ser a principal fonte de rendimento da localidade, mas desde 1995 os sucessivos cortes por parte dos americanos, fizeram com que a importância na economia da zona tenha decaído, passando o turismo a ser a principal fonte de receita. 


Local de chegada: Alcalá de Guadaíra
Vista de la ciudad
Vista para Alcalá de Guadaíra
Alcalá de Guadaíra é um município da província de Sevilha na Andaluzia. Com cerca de 75 mil habitantes, conta com um património histórico e natural de interesse.
O principal destaque do património é o seu castelo, de origem Almohade, que foi ampliado e reconstruído posteriormente pelos cristãos. Também contém uma zona natural pertencente ao castelo ao longo do rio Guadaíra.

Percurso
Rota - Alcalá de Guadaíra, 167,3 Kms


vuelta5
Perfil da etapa
Etapa tranquila ideal para os sprinters, o problema serão os últimos 400 metros, que serão a 5,2% de média, com um máximo de 8%. As equipas dos sprinters deverão controlar a corrida, nomeadamente a Giant, Cofidis, Tinkoff-Saxo e Orica.

Favoritos
Os sprinters deverão dominar, no entanto aqueles últimos 400 metros podem fazer mossa nalguns deles. Sagan está em grande forma, não precisa de comboio e será novamente favorito.
Degenkolb também não se dá mal neste tipo de chegada e hoje terá uma hipótese de voltar a vencer na Vuelta, seria a décima vitória de etapa na Vuelta para ele, também conta com o melhor comboio.
Bouhanni é outro candidato, embora a chegada não seja ao seu estilo, o francês mostrou estar forte na 3ª etapa, apenas batido por Sagan.
Ewan, Drucker e Richeze estarão na segunda linha dos candidatos. 
O 'nosso' José Gonçalves está numa forma espectacular e aqueles últimos 400 metros são ao seu gosto, não é dos principais favoritos, mas pode continuar a surpreender.

***** Peter Sagan
**** John Degenkolb, Nacer Bouhanni
*** Caleb Ewan, Jempy Drucker, Maximiliano Richeze
** Danny Van Poppel, Carlos Barbero, Kristian Sbaragli
* José Gonçalves, Mitchell Docker, Mike Teunissen, Niki Terpstra, Nikolas Maes

A nossa aposta: Peter Sagan
Surpresa: Caleb Ewan

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário