As declarações dos protagonistas no final do Tour

Pódio do Tour de France 2015
O Tour de France 2015 chegou ao fim e agora é tempo dos balanços finais e de sabermos o que pensa cada um dos principais protagonistas.
Chris Froome arrecadou a vitória da classificação geral bem como da classificação da montanha. O pódio fica completo com Nairo Quintana (vencedor da classificação da juventude) e Alejandro Valverde. A camisola verde foi para casa do suspeito do costume, Peter Sagan venceu pela quarta vez consecutiva. Já a vitória na etapa ficou a cargo de André Greipel que somou assim quatro vitórias nesta edição do Tour.

Chris Froome: "A camisola amarela tem uma longa história e eu sempre a respeitei, nunca a desonrei e estou orgulhoso de todos os dias que a vesti."
Froome estava visivelmente emocionado: "Se eu começar a pensar em tudo o que aconteceu desde que deixamos a Holanda... há tantas coisas, tantos momentos vividos com a equipa. Às vezes foi stressante, tive de lutar com e sem a bicicleta. Agora sinto-me muito melhor, eu queria essa imagem do pódio... queria com todas as minhas forças. É fruto de muito trabalho, muito sacrifício, mas é por isso que acordo todas as manhãs para treinar e todo o tempo que estou longe da minha família." 
Sobre ser a sua segunda vitória no Tour:"Sou incapaz de dizer que esta vitória é mais bonita do que a última. Vencer o Tour de France um vez é incrível e estar de volta aqui, significa muito para mim."

Nairo Quintana: "Estou feliz e emocionado. É a minha segunda participação e segundo pódio. Também a vitória na classificação por equipas é muito importante para todos os que trabalham e muitas vezes não são recompensados. Hoje todos subimos ao pódio e isso foi espectacular".
"Comparar com há dois anos atrás é diferente, desta vez estou aqui como líder e conseguir este pódio tem um frande valor. Sinto muita emoção e só levo coisas boas. Aprendemos muito. Há dois anos estava em choque, não sabia o que se estava a passar. Hoje estou mais maduro, mais líder."

Alejandro Valverde, estava visivelmente emocionado e não escondeu algumas lágrimas: "Sinto uma grande esperança e estou muito grato pelos meus filhos poderem estar aqui comigo. Estou satisfeito, cansado e muito feliz."
"O pódio do Tour de france é especial porque é diferente, é maior e é uma honra poder subir a ele. Estou a sentir emoção, alegria... é um prémio por tantos anos de luta e sacrifício e nunca pensei que fosse conseguir. Talvez o facto de não ter a pressão de líder me tenha ajudado a estar na frente."

André Greipel, vencedor da etapa, disse: "É um sonho tornado realidade, consegui o maior exito da minha carreira ao vencer no Champs Elysees. Já tinha tentado antes, umas quatro vezes, mas estou feliz por ter conseguido este ano. Nada nem ninguém pode apagar esta vitória do meu livros e memórias."
"Só o consegui graças à minha família, treinadores e equipa. Vivemos um Tour incrível. Conseguimos ganhar quatro sprints dos cinco que havia. Foram três semanas de muita felicidade."

Peter Sagan subiu ao pódio para receber, pela quarta vez consecutiva, a camisola verde: " Este Tour foi duro desde as primeiras etapas. Foi mais difícil para mim do que no ano passado. Mas agora estou em Paris com a camisola verde e tenho tudo para ser feliz."
"O mais importante foi não ter caído e ter conseguido o meu principal objectivo. Dei o meu melhor, durante todo o ano e acredito que estive bem. Este Tour foi diferente mas uma boa experiência poder fazer o Tour com alguém como Alberto Contador, um grande campeão."



Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário