Tro-Bro Léon (1.1) - Antevisão


Juntamente com o Strade Bianche, é uma das clássicas mais peculiares do calendário internacional, porém ao contrário da prova italiano, habitualmente não tem um pelotão recheado de 'estrelas'. Os franceses e equipas gaulesas são quem povoam mais o pelotão da prova e isso reflecte-se na lista de vencedores.
É uma prova muito especial que se disputa na Bretanha ininterruptamente desde 1984, e o que torna esta prova tão especial? São as sucessivas secções não asfaltadas, que em bretão são conhecidas por ribinoù, tem algumas semelhanças com a Strade Bianche, embora na prova italiana as secções sejam apenas em sterrato, um misto de terra e gravilha. Ribinoù engloba também o sterrato, no entanto é mais abrangente, basicamente quer dizer que é um estrada não asfaltada, um caminho para agricultores ou rural.
Exemplos de alguns caminhos ribinoù e de algumas paisagens da prova:
D4A_0132
Piso ribinoù, com pedras (fotos de Jered Gruber Vale a pena ver aqui)

D4A_0336
Piso ribinoù (fotos de Jered Gruber Vale a pena ver aqui)
80B_3156
Piso ribonoù (fotos de Jered Gruber Vale a pena ver aqui)
D4B_9156
ribinoù no meio da floresta (fotos de Jered Gruber Vale a pena ver aqui)
80A_1190
Paisagens maravilhosas da Bretanha (fotos de Jered Gruber Vale a pena ver aqui)
A prova em França tem muitos seguidores e é alvo de muita paixão, principalmente na Bretanha e entende-se, a prova é especial, poucas no mundo se parecem com ela e as paisagens da Bretanha, com florestas, passagens à beira mar e a zona rural fazem desta prova um must, mesmo que não tenha as grandes figuras do pelotão internacional.

História:
1984 Bruno Chemin (FRA)
1985 Bruno Chemin (FRA)
1986 Philippe Dalibard (FRA)
1987 Dominique Le Bon (FRA)
1988 Philippe Dalibard (FRA)
1989 Philippe Dalibard (FRA)
1990 Marc Hibou (FRA)
1991 William Milloux (FRA)
1992 Jaan Kirsipuu (EST)
1993 Jean-Philippe Rouxel (FRA)
1994 Stéphane Pétilleau (FRA)
1995 Camille Coualan (FRA)
1996 Thierry Bricaud (FRA)
1997 Frédéric Delalande (FRA) Jean Floc'h-Mantes
1998 Frédéric Delalande (FRA) Jean Floc'h-Mantes
1999 Jean-Michel Thilloy (FRA) Saint Quentin-Oktos-MBK
2000 Jo Planckaert (BEL) Cofidis
2001 Jacky Durand (FRA) Française des Jeux
2002 Baden Cooke (AUS) Française des Jeux
2003 Samuel Dumoulin (FRA) Jean Delatour
2004 Samuel Dumoulin (FRA) AG2R Prévoyance
2005 Tristan Valentin (FRA) Auber 93
2006 Mark Renshaw (AUS) Crédit Agricole
2007 Saïd Haddou (FRA) Bouygues Télécom
2008 Frédéric Guesdon (FRA) Française des Jeux
2009 Saïd Haddou (FRA) Bbox Bouygues Telecom
2010 Jérémy Roy (FRA) Française des Jeux
2011 Vincent Jérôme (FRA) Team Europcar
2012 Ryan Roth (CAN) SpiderTech-C10
2013 Francis Mourey (FRA) FDJ
2014 Adrien Petit (FRA) Cofidis

Percurso:
Lannilis - Lannilis (204,4 Kms)

Serão cerca de 31,9 quilómetros em ribinoù, divididos por 25 secções. O perfil não apresenta grandes dificuldades, no entanto com as secções não asfaltadas tornam esta prova dura. Os últimos 55 quilómetros serão ainda mais complicados, são 16,3 quilómetros, divididos por 14 secções não asfaltadas.


Mapa
Perfil e mapa da prova
Startlist:

Favoritos:
***** Samuel Dumoulin, Alexis Gougeard
**** Adrien Petit, Francis Mourey, Yauheni Hutarovich
*** Pierre-Luc Perrichon, Anthony Geslin, Antoine Demoitie
** Vincent Jerome, Baptiste Planckaert, Raymond Kreder
* Thomas Voeckler, Julien Antomarchi, Benoit Jarrier

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário