Entrevista a Rúben Veloso: "Fiquei bastante emocionado não estava a contar ir correr para a equipa vencedora da volta"

Rúben Veloso ao serviço da Autronic -C.C. Vigués
Inauguramos o espaço de entrevistas no blog, com uma entrevista a um dos jovens do pelotão nacional. Chama-se Rúben Veloso, tem 21 anos, natural do concelho de Arcos de Valdevez e em 2015 irá correr na equipa do Sobrado, W52-Quinta da Lixa.

Etapa Raínha: Como é que chegaste ao ciclismo profissional?
Rúben Veloso: Cheguei ao ciclismo profissional porque na época passada fiz algumas voltas e o meu treinador viu que tinha capacidades e arranjou-me equipa aqui em portugal para correr. É uma oportunidade que tenho nas minhas mãos.

ER: Como te defines como ciclista?
RV: Sou um ciclista trepador, gosto de fazer grandes subidas.

ER: Correste em equipas Espanholas, na Nova Caixa Galicia e em 2014 na Autronic - C.C.Vigués, como é que foi a experiência?
RV: Foi boa, aprendi muita coisa, mas o andamento em Espanha é um pouco diferente do que aqui em Portugal, mas estou satisfeito por correr no pais vizinho.

ER: A diferença é assim tão grande em relação a Portugal?
RV: É um pouco. As corridas são um pouco mais curtas, mas o ritmo é alto do principio ao fim.

ER: O que é que sentiste quando soubeste que irias correr na W52, equipa que venceu as últimas Voltas a Portugal?
RV: Fiquei bastante emocionado, não estava a contar ir correr para a equipa vencedora da volta mas agora é trabalhar para ajudar os meus colegas de equipa.

ER: Como está a ser a preparação para a temporada vem aí?
RV: Está a ser boa, estou a trabalhar certinho, cada vez mais a aumentar a carga aos treinos e horas.

ER: Já treinaste com a equipa?
RV: Ainda não, estou à espera da data do primeiro estágio de equipa.

ER: Já sabes quais serão os objectivos para 2015, para ti e para a equipa?
RV: Ainda não, em breve saberei.

ER: Correr a Volta a Portugal é um objectivo?
RV: Sim gostava, apesar de ainda não ter muita experiência em correr muitos dias mas com trabalho e dedicação o objectivo será alcançado.

ER: Estás nervoso por correr ao lado do Gustavo Veloso e do Délio Fernandez?
RV: Sim estou, eles são ciclistas com bastante experiência mas também estou para aprender algo com eles.

ER: Quem achas que será o grande rival deles na Volta?
RV: Rui Sousa e Alex Marque.

ER: Até agora, qual foi o momento que recordas com mais alegria no ciclismo?
RV: O Rui Costa ser campeão do mundo foi uma grande alegria para os portugueses.

ER: E na tua carreira?
RV: Adorei fazer a Volta a Valência com grandes atletas de várias nacionalidades apesar de ser uma prova dura e as temperaturas não ajudaram.

ER: Qual é o teu sonho no mundo do ciclismo?
RV: O meu sonho era um dia dar o salto para uma equipa World Tour.

ER: Qual é o teu ídolo no ciclismo?
RV: Alberto Contador.

ER: E ciclistas Portugueses? Algum que admires?
RV: Rui Costa e Tiago Machado.

ER: Em relação ao ciclismo Português, o que achas que deveria ser melhorado?
RV: Deviam de haver mais corridas mas em 2015 o calendário parece ser maior.

ER: Qual é o prato ou petisco que gostas mais?
RV: Leitão assado.

ER: Além do ciclismo, nas horas que não estás em cima da bicicleta que é que fazes?
RV: Descanso ou ajudo os meus pais em alguma coisa que faça falta.

ER: Qual é o teu filme preferido?
RV: Velocidade furiosa.

ER: Estilo de música que gostas?
RV: Kizomba

ER: Se não fosses ciclista, o que é que terias sido?
RV: Técnico de farmácia.



Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário