Vinokourov ataca a comunicação social

O mundo do ciclismo continua em polvorosa com o 'caso Astana', desta vez foi a vez do responsável máximo da equipa Cazaque atacar. Alexandre Vinokourov, disparou contra a comunicação social:
" O objectivo é o mesmo, destruir a Astana. Eles invejam-nos, especialmente os Italianos. Dois dos melhores corredores Italianos competem com as cores da Equipa do Cazaquistão e eles não gostam".
E continuou a disparar, com um alvo bem claro, a comunicação social Italiana:
"Acrescente-se, que dos nossos 70 colaboradores, 20 são Italianos. Nós convidamos os melhores especialistas e eles escolheram a Astana. Claramente que eles não gostam, ou então não percebo esta reacção. Um Italiano vence a principal corrida da temporada e mesmo assim, eles atiram suspeitas sobre a equipa dele, qual é a lógica?"

Alexander Vinokourov
E prometeu que para o próximo ano a equipa irá ser respeitada:
"Um deslize e eles punem não te punem apenas a ti, mas à equipa toda. Em qualquer caos, no próximo ano, vamos provas que a Astana ganhou honestamente, sem doping. Nós vamos fazer com que todos nos respeitem"

E continuou a debitar palavras fortes, com a promessa de levar o caso para os tribunais:
"À volta da Astana houve demasiado barulho, agora que todas as dificuldades ficaram para trás de nós, a equipa vai consultar os nossos advogados. Acredito que nós devemos receber um pedido de desculpas, pelo menos, da imprensa Europeia, pelas difamações dos últimos meses".

A avaliar por estas palavras de Vinokourov, penso que o homem só pode ter enlouquecido de vez. Abrir a boca, para isto, mais valia ter continuado caladinho. Ainda para mais, fala alguém com um currículo como o dele nestas andanças...


Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário