UCI não dá licença World Tour à Europcar

No mesmo dia que a Astana viu aceite a renovação da licença World Tour, a UCI e a comissão de licenças, rejeitou a renovação da Europcar.
A razão para a rejeição, é que a equipa segundo a comissão, não preenche os requisitos financeiros para participar no World Tour do próximo ano.

"Respeitante à Europcar, a comissão de licenças, decidiu rejeitar o pedido à equipa para a temporada 2015. A comissão estima que a equipa não preenche os requisitos financeiros", divulgou a UCI através de um comunicado.
Europcar a liderar o pelotão
Agora a equipa Francesa terá hipóteses de se candidatar à licença Pro-Continental, sendo que a UCI e a comissão irão avaliar se a equipa preenche todos os requisitos para ser inscrita como tal.
"A UCI está disponível para avaliar a possibilidade da equipa ser registrada como Pro-Continental. De acordo com a regulação da UCI, a rejeição do registro leva à desistência de obter uma licença world Tour", divulgou a UCI no mesmo documento.

Esta decisão era a esperada, a equipa tem tido problemas em arranjar os patrocínios e já em Outubro se sabia que seria complicado manterem a licença World Tour.
No entanto não deixa de ser curioso, que uma equipa veja rejeitada a licença por motivos financeiros e outra veja aceite, quando notoriamente tem problemas com dopagem. Como sempre a UCI não desilude e acaba por mostrar a verdadeira cara e os interesses pelos quais se rege. It's all about the money!

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

2 comentários: