Percurso da Volta ao Algarve 2015 revelado!

Michal Kwiatkowski, vencedor da prova em 2014 (na imagem)
O percurso da 41.ª edição da Volta ao Algarve, que vai disputar-se entre 18 e 22 de fevereiro, já está delineado. É um traçado que dá oportunidades a todo o tipo de corredores, mas que só permite que a prova seja ganha por um ciclista completo. 

A Volta ao Algarve arranca com uma etapa de 168 quilómetros, entre Lagos e Albufeira, que se prevê adaptada às caraterísticas dos sprinters. Os candidatos ao triunfo final da corrida terão de movimentar-se na segunda tirada, 192 quilómetros desde Lagoa até Monchique, com uma fase final muito dura, que conta com uma contagem de montanha (4,6 quilómetros com 7,6 por cento de inclinação média) a 5,8 quilómetros da meta. 
Ao terceiro dia é a vez de os contrarrelogistas puxarem pelos galões, uma vez que terão pela frente um exercício individual de 18,2 quilómetros, com partida de Vila do Bispo e chegada ao Cabo de S. Vicente. Apesar de o início e o final serem comuns ao contrarrelógio da edição transata, o de 2015 será mais extenso, em estrada plana e em bom estado.
A quarta tirada é considerada a etapa rainha, pela extensão e pela dificuldade. O tiro de partida será dado em Tavira e o risco de meta está colocado no alto do Malhão, depois de percorridos 212 quilómetros. A viagem termina com a curta mas muito inclinada subida ao Malhão (2,6 quilómetros com inclinação média de 9,6 por cento), na segunda passagem pela montanha de Loulé. 
A 41.ª edição da Volta ao Algarve termina com novo convite para que os sprinters brilhem, dado que os 178 quilómetros, que vão ligar Almodôvar a Vilamoura, não apresentam dificuldades montanhosas. 

A Volta ao Algarve de 2015 totalizará 768,2 quilómetros, num percurso desportivamente equilibrado que mostrará o interior e o litoral algarvio, locais propícios às competições velocipédicas mas também aos estágios de pré-temporada e de início de época.

Etapas:
1.ª Lagos – Albufeira, 168 km
2.ª Lagoa – Monchique, 192 km
3.ª Vila do Bispo – Cabo de S. Vicente, 18,2 km (C/R)
4.ª Tavira – Malhão, 212 km
5.ª Almodôvar – Vilamoura, 178 km


Notícia retirada na íntegra do sítio da Federação Portuguesa de Ciclismo daqui:
http://www.uvp-fpc.pt/index_noticia_ver.php?id_noticia_new=3883&pag=1

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário