Quem é Michal Kwiatkowski?

A pergunta do momento é: Quem é Michal Kwiatkowski?


2007, foi campeão Europeu Júnior, prova de fundo;
2008, foi campeão Europeu e Mundial Júnior de Contra-relógio;
2009, 1ª vitória de etapa (2ª etapa) na Volta à Eslováquia;
2010, ano que se tornou Profissional, transferindo-se para a Caja Rural (foi 7º na Alentejana);
2011, transferiu-se para a RadioShack, onde obtém alguns resultados interessantes, como por exemplo: 3º da Geral nos 3 dias de Panne, nos 3 dias da Flandres Ocidental e na Volta a Poitou-Charentes e 6º na Volta à Valónia.
2012, tranferiu-se para a Omega-Pharma-Quickstep (contínua na equipa), onde faz 2º da Geral na Volta à Polónia e é 8º no Eneco Tour.
2013, sagra-se campeão Polaco na prova de fundo, faz parte da equipa da Omega que se sagra campeão de Contra-relógio por equipas, faz 2º da Geral na Algarvia, 4º da Geral no Tirreno-Adriático, 4º na Amstel Gold Race, 5º na Fléche Wallonne e 11º no Tour de France.
2014, vence a Geral na Algarvia e a Vuelta à Maiorca, sagra-se campeão Polaco de contra-relógio, ganha a Strade Bianche, 3º na Fléche-Wallonne, Liége-Bastogne-Liége, 5º na Amstel Gold Race, faz 2º na Vuelta ao País Basco e na Volta à Grã-Bretanha. Além disso vence o prólogo na Volta à Romandia, a primeira etapa do Tirreno-Adriático, a 4ª etapa na Volta à Grã-Bretanha e arrecada a classificação por pontos no País Basco e na Grã-Bretanha.

É este o novo campeão do mundo, apesar dos 24 anos já apresenta um currículo bem extenso.






Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

2 comentários:

  1. Vamos lá ver se o homem em 2015 não vai sofrer da maldição de carregar a camisola do arco-íris.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Rui até se saiu bem com a camisola vestida, renovou o título na Volta à Suiça, fez boas prestações no Paris-Nice, Montreal e na Romandia. Teve azar no Tour. A época dele foi bem melhor que a do seu antecessor, Phillipe Gilbert.
      O Kwia pode sentir a pressão da camisola, aliás, apartir de domingo será um corredor muito mais marcado pelos rivais, é uma desvantagem de carregar a camisola.

      Eliminar