La Vuelta a España - Antevisão da 5ª etapa

No primeiro fim-de-semana de prova, a Vuelta anda pela região de Aragão, num dia que deve ser para a fuga.

Huesca - Sabiñánigo, 184,4 Km



Etapa que pode ser dividida em 2 partes, a primeira são os 100 Km iniciais, com poucas dificuldades num terreno com algum sobe e desce, mas muito suave. 
A segunda parte conta com 3 contagens de montanha, as duas primeiras são muito próximas uma da outra, divididas por uma descida curta e uma pequena secção plana. 
Do topo do Alto de Fanlo até ao sopé do Alto de Petralba, última subida do dia, são 20 Km de descida. Petralba é a subida mais exigente do dia, com 8.8 Km a 5.1%, não deve fazer diferenças entre os homens da geral.
Do topo de Petralba até à meta são cerca de 17 Km, 14 deles são a descer e os últimos 3 são planos.

Subidas categorizadas:
125.7  Km - Alto de Vio (2ª cat, 13.3 Km a 4.6%)
136.8 Km - Alto de Fanlo (3ª cat, 6.3 Km a 4.5%)
167.4 Km - Alto de Petralba (2ª cat, 8.8 Km a 5.1%,) 

Condições meteorológicas

Dia seco.
Temperatura a rondar os 14ºC.
Vento fraco

Favoritos

Dia de sucesso da fuga?
Sim. Este é um dia demasiado duro para os sprinters, mas fácil para os homens da geral.

Existem diversos nomes com liberdade para estar na fuga:
DQT - Cattaneo, Cavagna, Bagioli
UAE - Costa, Henao
Trek - Lopez, Ries
Sunweb - Power, Storer
Astana - Aranburu, Sanchez
Bora - Schelling
Mitchelton - Smith, Stannard
Groupama - Armirail
EF - Woods, Van Garderen
Bahrain - Buitrago
AG2R - Champoussin
CCC - Hirt
Lotto -  Wellens
Cofidis - Herrada, Barceló
NTT - Valgren, Gasparotto, Mader
ISN - Piccoli
Caja-Rural - Serrano

⭐⭐⭐ Wellens, Sanchez
⭐⭐ Cavagna, Costa
⭐ Aranburu, Smith, Bagioli

A nossa aposta: Luis Léon Sanchez
Está em boa forma, tentou há 2 dias em Aralar mas a subida era demasiado dura para ele e a Movistar esteve demasiado forte.

Joker: Rui Costa
Esta é uma boa etapa para o poveiro, tem de entrar na fuga certa e tentar ir embora na última subida do dia, que lhe é benéfica.


Seguir em directo: #LaVuelta2020

 

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Publicar um comentário