Giro di Sicilia (2.1) - Antevisão


O ciclismo italiano vê de regresso ao calendário uma prova que desde 1977 que não se realiza, o Giro di Sicilia.
A região siciliana é bem conhecida dos ciclistas, ou não fosse um dos destinos de muitos deles para estágios, é também a terra de um dos melhores ciclistas italianos da atualida, o tubarão de Messina, Vincenzo Nibali. O Giro d'Itália também visita muitas vezes a ilha, com o Mont Etna, o vulcão mais ativo da continente europeu a ser uma chegada já tradicional e que naturalmente também estará no Giro di Sicilia.

Percurso

3/4 Etapa 1 - Catania › Milazzo (165 Km)
4/4 Etapa 2 - Capo d'Orlando › Palermo (236 Km)
5/4 Etapa 3 - Caltanissetta › Ragusa (188 Km)
6/4 Etapa 4 - Giardini Naxos › Etna (119 Km)

Total: 708 Km


São quatro etapas, bem distribuidas pela ilha, apenas a ponta oeste não é visitada e também em termos de terreno, há etapas para todos os gostos.
A 1ª etapa é claramente voltada para os sprinters, que não são em grande número. O 2º dia é marcado pela subida ao Geraci Siculo, no entanto, situa-se longe da meta e por essa razão uma chegada ao sprint é o mais provável, sem esquecer a possibilidade de sucesso de uma fuga.
A 3ª etapa tem constante sobe e desce, mas são os últimos 40 quilómetros que farão estragos, com a Serra di Burgio (7.8 Km a 5.5%) e o final em Ragusa com rampas acima dos dois digitos.
A última etapa decidirá o vencedor, é curta mas muito dura, com o final no Etna (Refugio Sapieza), são 19.8 quilómetros a 6.0%, pela vertente de Nicolosi, muito constante. Os últimos 2 quilómetros são mais softs.

Perfis

3/4 Etapa 1 - Catania › Milazzo (165 Km)

Sprints intermédios: 
- Messina (4 m, Km 99.2).

Subidas categorizadas:
- Colle San Rizzo (458 m, 9.2 Km a 4.9%, Km 110.1).

4/4 Etapa 2 - Capo d'Orlando › Palermo (236 Km)


Sprints intermédios: 
- Termini Imerese (1,4 km @ 5,6%) (79 m, Km 199.4).

Subidas categorizadas:
- Geraci Siculo (1075 m, 15.4 Km a 4.7%, Km 108.3).

5/4 Etapa 3 - Caltanissetta › Ragusa (188 Km)

Sprints intermédios: 
- Comiso (175 m, Km 147.9).

Subidas categorizadas:
- Serra di Burgio (HC, 842 m, 7.8 Km a 5.5%, Km 167.7).

6/4 Etapa 4 - Giardini Naxos › Etna (119 Km)


Sprints intermédios: 
- Belpasso (535 m, Km 102.4).

Subidas categorizadas:
- Maletto (1014 m, 2.1 Km a 5.8%, Km 54.7),
- Etna (HC, 1896 m, 19.8 Km a 6.0%, meta).

Startlist

Aqui

Favoritos

⭐⭐⭐⭐⭐ Guillaume Martin, Jan Polanc
⭐⭐⭐⭐ Simone Petilli, Aleksandr Vlasov
⭐⭐⭐ Brandon McNulty, Odd Christian Eiking, Fausto Masnada
⭐⭐ Alejandro Osorio, Mattia Cattaneo, Mauro Finetto,  Edoardo Zardini
⭐ Manuel Senni, Simone Velasco, Gavion Mannion, Giovanni Visconti, Dayer Quintana
A nossa aposta: Jan Polanc
Conhece muito bem as estradas da Sicilia, local de estágios da equipa UAE. Venceu a etapa do Giro d'Italia de 2017 que terminou no Etna. Está em boa forma, o Tirreno-Adriático prova isso e faz parte de uma das melhores equipas em prova.

Outsider: Aleksandr Vlasov
O russo está a realizar um ano de grande nível, os bons resultados na Andaluzia e na Coppi e Bartali fazem dele um favorito aqui dada a concorrência.
A subida do Etna irá decidir a prova e pensamos que é uma ascensão ideal para as suas características, longa, dura e com % constante.

Seguir em directo: @ilgirodisicilia, #IlGirodiSicilia


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário