Eschborn-Frankfurt (1.UWT) - Antevisão


As atenções já estão viradas para a primeira grande volta do ano, o Giro. Mas antes, alguns dos sprinters que estarão presentes em Itália, passam pela Alemanha para  Rund um den Finanzplatz Eschborn-Frankfurt,  que é das provas alemãs que mais prestigio angariou ao longo dos anos.
Todos anos esta prova de um dia germânica disputa-se no dia 1 de maio, no entanto em 2015 teve de ser cancelada devido a ameaça terrorista, num episódio difícil de esquecer. Em 2017 a prova comemora a 57ª edição e entre os vencedores estão nomes como, Eddy Merckx, Phil Anderson, Freddy Maertens, Erik Zabel, John Degenkolb e Alexander Kristoff.

História

últimos 10 vencedores
2008 Karsten Kroon (NED) Team CSC
2009 Fabian Wegmann (GER) Team Milram
2010 Fabian Wegmann (GER) Team Milram
2011 John Degenkolb (GER) HTC–Highroad
2012 Moreno Moser (ITA) Liquigas–Cannondale
2013 Simon Špilak (SLO) Team Katusha
2014 Alexander Kristoff (NOR) Team Katusha
2015 Não se realizou
2016 Alexander Kristoff (NOR) Team Katusha
2017 Alexander Kristoff (NOR) Team Katusha-Alpecin
2018 Alexander Kristoff (NOR) UAE Team Emirates

Edição 2018 (Top-10)
1    Alexander Kristoff (Nor) UAE Team Emirates    5:13:24    
2    Michael Matthews (Aus) Team Sunweb         
3    Oliver Naesen (Bel) AG2R La Mondiale         
4    Andrea Pasqualon (Ita) Wanty-Groupe Gobert         
5    Sean De Bie (Bel) Veranda's Willems Crelan         
6    Grega Bole (Slo) Bahrain-Merida         
7    Sam Bennett (Irl) Bora-Hansgrohe         
8    Edvald Boasson Hagen (Nor) Dimension Data         
9    Jan Tratnik (Slo) CCC Sprandi Polkowice         
10    Juan Jose Lobato Del Valle (Spa) Nippo-Vini Fantini-Europa Ovini   

Percurso

Eschborn › Frankfurt Am Main (187.5 Km)

Apesar de ser uma prova dominada pelos sprinters, o perfil da mesma está longe de ser plano. Na primeira parte os corredores terão de superar o Feldberg, onde sobem até aos 840 metros de altitude. Depende da forma como será abordada este inicio, caso seja atacada, pode eliminar alguns dos homens rápidos.
Mas são os últimos 60 quilómetros que decidirão a corrida, com a dupla ascensão ao Mammolshain, depois de ter sido passado também duas vezes na primeira metade. A última passagem situa-se a cerca de 40 quilómetros da meta.
 

Subidas:  
- Feldberg (841 m, 13.2 Km a 4.5%, Km 48.4), 
- Ruppertshain (430 m, 1.4 Km a 7.6%, Km 59.8), 
- Mammolshainer Stich (377 m, 2.9 Km a 6.8%, Km 81.7), 
- Mammolshainer Stich (377 m, 2.9 Km a 6.8%, Km 96.4), 
- Billtalhöhe (555 m, 3.2 Km a 5.8%, Km 101.5), 
- Ruppertshain (430 m, 1.4 Km a 7.6%, Km 108.7), 
- Mammolshainer Stich (377 m, 2.9 Km a 6.8%, Km 130.6), 
- Mammolshainer Stich (377 m, 2.9 Km a 6.8%, Km 145.3).

Startlist

Aqui

Condições meteorológicas

Não se espera chuva, as temperaturas serão agradáveis e o vento vai soprar fraco de sul.

Favoritos

⭐⭐⭐⭐⭐ Alexander Kristoff
⭐⭐⭐⭐ Michael Matthews, Pascal Ackermann
⭐⭐⭐ Oliver Naesen, John Degenkolb
⭐⭐ André Greipel, Davide Cimolai, Nils Politt, Phil Bauhaus, Hugo Hofstetter
⭐ Baptiste Planckaert, Kristian Sbaragli, Grega Bole, Davide Ballerini, Matej Mohoric, Magnus Cort, Sacha Modolo, Ryan Gibbons, Justin Jules, Edvald Boasson Hagen,

A nossa aposta: Alexander Kristoff
O norueguês venceu as quatro últimas edições e depois da boa campanha nas clássicas é o homem a bater novamente em Frankfurt. O percurso é perfeito para o norueguês, parecido com o das últimas edições.

Joker: Pascal Ackermann
Caiu na 1ª etapa do Tour of the Alps, suspeitou-se que podia ter fraturado algo, mas foi falso alarme. Esta é a ultima paragem do alemão, antes do Giro, um dos principais objetivos da temporada de Ackermann.

Seguir em direto: @EschbornFFM, #Radklassiker



Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário