Vuelta Ciclista a la Region de Murcia Costa Calida (1.1) - Antevisão


Depois do Challenge de Maiorca e da Volta a Comunitat Valenciana, as provas pelo país vizinho sucedem-se e a próxima é a Vuelta a Murcia. Disputa-se na região de onde é natural Alejandro Valverde, que já venceu a prova por cinco ocasiões.
Foi criada em 1981, começou por ser uma competição por etapas, disputada em 5 ou 6 dias,  depois passou a ter apenas 2 ou 3 etapas, até que em 2013 transitou para se disputar apenas num dia e este ano volta a ter 2 etapas.
Na lista de vencedores existem nomes de alguns dos melhores ciclistas da história da modalidade, entre eles, Marco Pantani, Pedro Delgado, Miguel Indurain, Philippe Gilbert, Alejandro Valverde e Nairo Quintana.

História

últimos 10 vencedores
2009 Denis Menchov (RUS) Rabobank
2010 František Raboň (CZE) Team HTC–Columbia
2011 Jérôme Coppel (FRA) Saur–Sojasun
2012 Nairo Quintana (COL) Movistar Team
2013 Daniel Navarro (ESP) Cofidis
2014 Alejandro Valverde (ESP) Movistar Team
2015 Rein Taaramäe (EST) Astana
2016 Philippe Gilbert (Bel) BMC Racing Team
2017 Alejandro Valverde (ESP) Movistar
2018 Luis Léon Sanchez (ESP) Astana

Edição 2018 (Top-10)
1    Luis León Sanchez (Spa) Astana Pro Team    5:06:35    
2    Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team    0:00:15    
3    Philippe Gilbert (Bel) Quick-Step Floors    0:02:15    
4    Matteo Trentin (Ita) Mitchelton-Scott    0:03:54    
5    Pieter Serry (Bel) Quick-Step Floors         
6    Jakob Fuglsang (Den) Astana Pro Team         
7    Bob Jungels (Lux) Quick-Step Floors         
8    Willie Smit (RSA) Katusha-Alpecin         
9    José Joaquin Rojas (Spa) Movistar Team         
10    Pieter Vanspeybrouck (Bel) Wanty-Groupe Gobert

Percurso

 15/02 Etapa 1 - Yecla › San Javier (186.5 Km)
 16/02 Etapa 2 - Beniel › Múrcia (180.8 Km)
Total: 367.3 Km

O percurso deste ano é bem mais suave e simpático para os velocistas no 1º dia. A grande dificuldade do dia situa-se a mais de 30 quilómetros da meta, é o Alto Cabeza de la Plata, com os seus 4.2 Km a 4.8% de inclinação média. A parte final é completamente plana, ideal para que as equipas dos velocistas controlem a corrida.
A 2ª etapa é muito mais dura, com 4 contagens de montanha entre elas o Collado Bermejo com os seus 7.2 Km a 7.1%.  Já perto do final aparece o Alto de la Cresta del Gallo (4.4 Km 6.6%), o topo está a 12 quilómetros da meta.
O 2º dia irá decidir o vencedor.

Perfis

 15/02 Etapa 1 - Yecla › San Javier (186.5 Km)

Sprints intermédios:
- Cieza (191 m, Km 75.8),
- Las Torres de Cotillas (86 m, Km 109.6),
- Santomera (27 m, Km 133.3).

Subidas categorizadas:
Alto Cabeza de la Plata (3ª Cat., 377 m, 4.2 Km @ 4.8%, Km 152.4).

Zona de abastecimento: Km 104.6

 16/02 Etapa 2 - Beniel › Múrcia (180.8 Km)

Sprint intermédio: 
- Corvera (261 m, Km 37.2).

Subidas categorizadas: 
- Alto de El Garruchal (3ª Cat., 285 m, 6.0 Km @ 3.1%, Km 17.0), 
- Alto de Aledo (3ª Cat., 623 m, 7.3 Km @ 4.6%, Km 90.5), 
- Alto Collado Bermejo (1ª Cat., 1199 m, 7.2 Km @ 7.1%, Km 102.3), 
- Alto de la Cresta del Gallo (2ª Cat., 354 m, 4.4 Km @ 6.6%, Km 166.8).

Zona de abastecimento: Km 93.0.

Startlist


Condições atmosféricas


A temperatura deverá rondar os 17ºC, os dois dias serão secos. O vento soprará moderadamente de este.

Favoritos

⭐⭐⭐⭐⭐Alejandro Valverde
⭐⭐⭐⭐Luis Leon Sanchez, Matteo Trentin
⭐⭐⭐ Pello Bilbao, Patrick Konrad, Jakob Fuglsang
⭐⭐ Omar Fraile, Simon Spilak, Robert Stannard, Jose Herrada
⭐ Michael Albasini, Peter Kennaugh, Alexander Vlasov, Rein Taaramae, Dmitry Strakhov, Simon Geschke

A nossa aposta: Alejandro Valverde
Corre em casa, ainda não ganhou em 2019 e nada melhor que o fazer aqui. O percurso assenta-lhe bem, principalmente a 2ª etapa, onde pode impôr a sua lei.

Outsider: Matteo Trentin
O percurso deste ano é feito à sua medida, além disso começou o ano em grande forma. Tirando Ackermann, Trentin é o melhor sprinter presente e o alemão em principio deve ficar arrumado na 2ª etapa.


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário