Grand Prix Cycliste de Québec (1.WT) - Antevisão


O World Tour chega ao continente americano para as já habituais rondas canadianas. A primeira é o Grand Prix de Quebéc, prova que se realiza desde 2010. Tanto esta clássica como a próxima em Montréal, foram criadas com o objectivo de preencher o calendário com provas fora do continente europeu e a América do Norte, seria logicamente um dos locais a ter em conta. 
O ciclismo nesta região do mundo tem tido um crescimento exponencial e o número de provas do World Tour por estas bandas deve aumentar nos próximos anos.
Trata-se de uma clássica realizada num circuito, o australiano Simon Gerrans e Peter Sagan dividem o record de vitórias, com duas para cada um.

História

últimos 10 vencedores
2010 Thomas Voeckler (FRA) Bbox Bouygues Telecom
2011 Philippe Gilbert (BEL) Omega Pharma-Lotto
2012 Simon Gerrans (AUS) Orica-GreenEDGE
2013 Robert Gesink (NED) Belkin Pro Cycling
2014 Simon Gerrans (AUS) Orica-GreenEDGE
2015 Rigoberto Uran (COL) Etixx - Quick Step
2016 Peter Sagan (SVK) Tinkoff
2017 Peter Sagan (SVK) BORA-Hansgrohe

Edição 2017 (Top-10)
1    Peter Sagan (Svk) Bora-Hansgrohe    5:00:31   
2    Greg Van Avermaet (Bel) BMC Racing Team        
3    Michael Matthews (Aus) Team Sunweb        
4    Alexis Vuillermoz (Fra) AG2R La Mondiale        
5    Tim Wellens (Bel) Lotto Soudal        
6    Tom-Jelte Slagter (Ned) Cannondale-Drapac        
7    Petr Vakoc (Cze) Quick-Step Floors        
8    Sep Vanmarcke (Bel) Cannondale-Drapac        
9    Tony Gallopin (Fra) Lotto Soudal        
10    Sonny Colbrelli (Ita) Bahrain-Merida

Percurso

Circuito de 12,6 Kms, 16 voltas, 201,6 Kms no total

Percurso que se mantém inalterado.
Circuito com algumas dificuldades, principalmente a parte final. O acumular dos quilómetros num constante sobe e desce, mói as pernas e faz os seus estragos no pelotão.
As maiores dificuldades do circuito encontram-se na parte final do mesmo, com as ascensões da Côte de la Montagne, da Côte de la Potasse, a subida da fábrica e a subida final da meta, o Grand Allée. Devido ao posicionamento das dificuldades, a parte final torna-se interessante e os ataques dentro dos últimos 2 quilómetros são um clássico.

Startlist


Condições meteorológicas

Dia perfeito para pedalar no Quebéc. Céu limpo, temperatura a rondar os 21ºC e vento fraco. 

Favoritos

⭐⭐⭐⭐⭐ Michael Matthews
⭐⭐⭐⭐ Jasper Stuyven, Greg Van Avermaet
⭐⭐⭐ Oliver Naesen, Michael Valgren, Zdenek Stybar, Tim Wellens
⭐⭐ Sonny Colbrelli, Diego Ulissi, Sep Vanmarcke
⭐ Matej Mohoric, Alexander Kristoff, Enrico Battaglin

A nossa aposta: Michael Matthews
Atravessa um momento de forma muito bom, como mostrou no Binck Bank Tour. É um ciclista que se transformou e hoje em dia já não é apenas um sprinter.
Pelo estado de forma e por ser um corredor de grande versatilidade, é o maior favorito.

Outsider: Oliver Naesen
Esteve impressionante no GP Bretagne, onde venceu de forma categórica. É um ciclista muito ofensivo, mas que num grupo reduzido pode surpreender no sprint.
Está em boa forma e com a confiança em alta, não lhe podem dar muito espaço.


Seguir em directo: @GPCQM, #GPCQM
(a partir das 19h, Portugal Continental)


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário