Volta à França 2018 - Antevisão 19ª Etapa

Esta é a última oportunidade na montanha com Aspin, Tourmalet e Aubisque no menu.

Rescaldo 18ª etapa:

Dia calmo, sem grande história para contar. Basicamente uma fuga de cinco elementos pôs-se em fuga bem cedo, o grupo era constituído: Guillaume van Keirsbulck (Wanty-Groupe Gobert), Mathew Hayman e Luke Durbridge (Mitchelton-Scott), Niki Terpstra (Quick-Step Floors) e Thomas Be Jasper Stuyven (Trek-Segafredo) juntaram-se ao grupo.
A diferença nunca foi grande para o pelotão, que foi controlado pela Groupama-FDJ. O momento mais tenso do dia foi a queda de Quintana, mas sem consequências.
A fuga foi neutralizada e nos últimos quilómetros a Bora-Hansgrohe de Peter Sagan foi para a frente. No sprint, Arnaud Démare foi o mais forte ao bater Christophe Laporte e Alexander Kristoff.

Combativo do dia: Luke Durbridge (AUS) Mitchelton-Scott

Classificação da 18ª etapa:
1 Arnaud Demare (Fra) Groupama-FDJ 3:46:50    
2 Christophe Laporte (Fra) Cofidis, Solutions Credits         
3 Alexander Kristoff (Nor) UAE Team Emirates         
4 Edvald Boasson Hagen (Nor) Dimension Data         
5 Sonny Colbrelli (Ita) Bahrain-Merida         
6 Maximiliano Richeze (Arg) Quick-Step Floors         
7 John Degenkolb (Ger) Trek-Segafredo         
8 Peter Sagan (Svk) Bora-Hansgrohe         
9 Taylor Phinney (USA) EF Education First-Drapac p/b Cannondale         
10 Timothy Dupont (Bel) Wanty-Groupe Gobert

Geral individual (Top-10):
1 Geraint Thomas (GBr) Team Sky 74:21:01    
2 Tom Dumoulin (Ned) Team Sunweb 0:01:59    
3 Chris Froome (GBr) Team Sky 0:02:31    
4 Primoz Roglic (Slo) LottoNL-Jumbo 0:02:47    
5 Nairo Quintana (Col) Movistar Team 0:03:30    
6 Steven Kruijswijk (Ned) LottoNL-Jumbo 0:04:19    
7 Mikel Landa (Spa) Movistar Team 0:04:34    
8 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale 0:05:13    
9 Daniel Martin (Irl) UAE Team Emirates 0:06:33    
10 Jakob Fuglsang (Den) Astana Pro Team 0:09:31

Pontos:
1 Peter Sagan (Svk) Bora-Hansgrohe 467 pts
2 Alexander Kristoff (Nor) UAE Team Emirates 196    
3 Arnaud Demare (Fra) Groupama-FDJ 183    
4 John Degenkolb (Ger) Trek-Segafredo 148    
5 Julian Alaphilippe (Fra) Quick-Step Floors 134

Montanha:
1 Julian Alaphilippe (Fra) Quick-Step Floors 140 pts
2 Warren Barguil (Fra) Fortuneo-Samsic 73    
3 Geraint Thomas (GBr) Team Sky 54    
4 Nairo Quintana (Col) Movistar Team 40    
5 Tom Dumoulin (Ned) Team Sunweb 39

Juventude:
1 Pierre Latour (Fra) AG2R La Mondiale 74:37:04    
2 Guillaume Martin (Fra) Wanty-Groupe Gobert 0:06:27    
3 Egan Bernal (Col) Team Sky 0:08:31

Etapa 19

Mapa 19ª etapa
Perfil da 19ª etapa
Col du Tourmalet
Col des Bordères e Col d'Aubisque
Últimos 5 quilómetros da etapa
Esta é a última oportunidade para que se façam diferenças na montanha. É um dia durissimo, provavelmente o mais deste Tour, com seis contagens de montanha, duas delas de categoria máxima e mais de 5000 metros de subida acumulada.
Três das subidas mais lendárias do Tour serão ultrapassadas, a primeira é o Col d'Aspin que aparece depois de 65 quilómetros iniciais sem ascensões muito complicadas. Logo após a descida do Aspin, aparece uma das subidas mais difíceis e emblemáticas, o Tourmalet com os seus 17 quilómetros a 7,3%.
A descida do Tourmalet é seguida de um falso plano de 18 quilómetros. Depois começa uma curta subida para Arras-En-Lavedan com 3,5 quilómetros de extensão. 
A sequência Bordères e Aubisque é complicada, principalmente quando a maioria do pelotão está completamente no limite físico. Os últimos 20 quilómetros são em descida até Laruns, com um misto zonas rápidas e técnicas, ver imagem seguinte.

Descida final

Sprint intermédio
- Sarrancolin (631 m, Km 59.5).

Subidas categorizadas:
- Côte de Loucrup (4ª Cat., 532 m, 1.8 Km a 7.2%, Km 7),
- Côte de Capvern-Les-Bains (4ª Cat., 604 m, 3.4 Km a 5.1%, Km 40),
- Col D'Aspin (1ª Cat., 1490 m, 12 Km a 6.5%, Km 78.5),
- Col du Tourmalet (Cat. Especial, 2115 m, 17.1 Km a 7.3%, Km 108),
- Col des Bordères (2ª Cat., 1156 m, 8.6 Km a 5.8%, Km 159.5),
- Col d'Aubisque (Cat. Especial, 1709 m, 16.6 Km a 4.9%, Km 180.5).

Cidade de partida: Lourdes

Santuário de Nossa Senhora de Lourdes
Lourdes é uma cidade francesa, situada no departamento dos Altos Pirenéus, região do Occitânia.
Lourdes tem uma história muito semelhante a Fátima. Conta-se que numa pequena gruta junto ao rio Gave de Pau, terá alegadamente aparecido algumas vezes a Virgem Maria a uma menina de nome Bernadette Soubirous (1858).
Actualmente, o Santuário de Nossa Senhora de Lourdes é um dos maiores centros de peregrinação do mundo católico, juntamente com a Basílica de São Pedro no Vaticano, o Santuário de Nossa Senhora de Fátima em Portugal, do Santuário de Nossa Senhora d'Aparecida no Brasil, do Santuário de Medjugorje na Bósnia e Herzegovina e a Basílica de Nossa Senhora de Guadalupe no México.

Cidade de chegada: Laruns

Centro de Laruns
Laruns está localizada no departamento de Pyrénées-Atlantiques, no sudoeste da França, sendo que anteriormente era parte da província de Béarn.
Esta é apenas a segunda vez que a cidade é palco de uma etapa do Tour. Em 1985 foi cidade de partida, numa curta etapa de 83 quilómetros com destino a Pau.
Como quase todas as cidades de montanha, Laruns vive, sobretudo, do turismo em redor da estação de esqui e dos banhos termais.
Não podemos deixar de destacar o queijo típico da região, o Ossau Iraty, preparado com queijo de ovelha envelhecido 120 dias. Foi considerado o Campeão do Mundo em 201, pelo World Awards Trophy. Mas também não deixem de experimentar a Garbure, uma sopa rústica, feita com legumes, feijão e carne de porco.

Condições meteorológicas

Algumas nuvens marcarão o dia, mas sem nuvens. A temperatura andará pelos 25ºC e o vento soprará fraco.

Favoritos na montanha neste Tour

Geraint Thomas chega à última etapa de montanha com uma diferença considerável para Tom Dumoulin. Na montanha o galês tem sido também dominante, aqui ficam as diferenças acumuladas ao longo das etapas e o tempo perdido por cada um em cada etapa:


As 11ª e a 17ª etapas foram aquelas que maiores diferenças fizeram.
Tom Dumoulin perdeu grande parte do tempo para Thomas na 6ª etapa e ainda foi penalizado com 20 segundos.
Primoz Roglic tem vindo em crescendo, para quem tinha dúvidas se o esloveno é um ciclista para 3 semanas, a resposta parece estar dada.
O duo da Movistar tem sido muito inconstante. Num dia Landa está relativamente bem e Quintana mal, como no noutro é o oposto. Quintana no Col du Portet esteve noutra dimensão em relação a todos os outros, uma pena ter perdido tanto tempo até aí.

Favoritos

⭐⭐⭐ Primoz Roglic
⭐⭐ Daniel Martin, Geraint Thomas, Nairo Quintana, Tom Dumoulin, Chris Froome
⭐ Fuga (Julian Alaphilippe, Adam Yates, Ion Izagirre, Warren Barguil, Domenico Pozzovivo, David Gaudu, Bauke Mollema, Tejay Van Garderen, Rafal Majka, Mikel Nieve, Daniel Martinez, Damiano Caruso, Thomas de Gendt)

A nossa aposta: Primoz Roglic
Está em crescendo e está na luta por um lugar no pódio. É um ciclista que quando está bem ataca e, habitualmente são ataques sérios.
Vai querer acabar o dia na frente de Froome, para estar mais à vontade no contrarrelógio de sábado.

Outsider: Fuga
Se ninguém do grupo de favoritos atacar cedo, é bem provável que a fuga tenha sucesso. E os habituais que neste Tour têm tentado estar na fuga nas etapas de montanha, devem tentar mais uma vez. Se tivermos de escolher um nome, voltamos a apostar em Julian Alaphilippe, está imparável e vai querer a 3ª vitória de etapa.

Seguir em directo: #tdf2018, #letour, #tourdefrance, #tdf

(a partir das 11:00, hora de Portugal Continental)
(a partir das 13:30, hora de Portugal Continental, passa para a RTP1 às 14:00)

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário