Dwars door Vlaanderen (1.WT) - Antevisão


Oficialmente já estamos na primavera e as clássicas flamengas entram no seu período mais intenso e importante do ano. A Dwars door Vlaanderen (Através da Flandres) é o aquecimento perfeito para a festa do ciclismo flamengo, a Volta à Flandres.
Será a 73ª edição com os homens da casa a dominarem a lista de vencedores, com 53 triunfos, a Holanda surge como a segunda nação, com 12 vitórias. 
Alguns dos principais candidatos a ganhar o Volta à Flandres estarão presentes.

História

últimos 10 vencedores
2008 Sylvain Chavanel (FRA) Cofidis
2009 Kevin Van Impe (BEL) Quick-Step
2010 Matti Breschel (DEN) Team Saxo Bank
2011 Nick Nuyens (BEL) Saxo Bank–SunGard
2012 Niki Terpstra (NED) Omega Pharma–Quick-Step
2013 Oscar Gatto (ITA) Vini Fantini–Selle Italia
2014 Niki Terpstra (NED) Omega Pharma–Quick-Step
2015 Jelle Wallays (BEL) Topsport Vlaanderen–Baloise
2016 Jens Debusschere (Bel) Lotto Soudal
2017 Yves Lampaert (Bel) Quick-Step Foors

Edição 2017 (Top-10)
1    Yves Lampaert (Bel) Quick-Step Floors    4:47:26   
2    Philippe Gilbert (Bel) Quick-Step Floors    0:00:39   
3    Alexey Lutsenko (Kaz) Astana Pro Team        
4    Luke Durbridge (Aus) Orica-Scott        
5    Dylan Groenewegen (Ned) Team LottoNl-Jumbo    0:01:03   
6    Oliver Naesen (Bel) AG2R La Mondiale        
7    Tiesj Benoot (Bel) Lotto Soudal        
8    Dylan Van Baarle (Ned) Cannondale-Drapac        
9    Mitch Docker (Aus) Orica-Scott        
10    Florian Senechal (Fra) Cofidis, Solutions Credits

Percurso

Roeselare › Waregem (180,5 Km)

O percurso é praticamente o mesmo da edição anterior, com 12 'muros' ou Hellingen's:
Como é tradição a primeira parte é completamente plana, até que por volta dos 81 quilómetros de prova, começam as dificuldades com o aparecimento dos 'muros' e as secções de pavé, que serão cinco. Algumas delas estão nas subidas, mais conhecidas por Hellingen's, tão características das provas na Flandres.
A prova é um pouco menos dura em relação à edição. Foi encurtada em 15 quilómetros e o número de sectores de pavé, foi reduzido a metade.


Subidas:  
1. Kluisberg (89 m, 0.7 Km a 8.5%, Km 82.8), 
2. Knokteberg (119 m, 1.3 Km at6.9%, Km 90.3), 
3. Kluisberg (89 m, 0.7 Km a 8.4%, Km 107.3), 
4. Knokteberg (119 m, 1.3 Km a 6.9%, Km 114.8), 
5. Kortekeer (81 m, 1.0 Km a 5.7%, Km 122.3), 
6. Steenbeekdries (60 m, 0.6 Km a 3.4%, Km 125.7), 
7. Taaienberg (78 m, 0.8 Km a 5.1%, Km 128.2), 
8. Kruisberg (117 m, 1.9 Km a 4.5%, Km 138.3), 
9. Knokteberg (119 m, 1.3 Km a 6.9%, Km 147.4), 
10. Vossenhol (75 m, 1.2 Km a 2.6%, Km 159.6), 
11. Holstraat (79 m, 1.0 Km a 4.3%, Km 164.0), 
12. Nokereberg (52 m, 0.4 Km a 2.7%, Km 171.2).

Zona de abastecimento:  
- 16 m, Km 71.3.

Setores de pavé:
1. Maria Borrestraat (++, 2100 m, Km 126.4), 
2. Taaienberg (+, 800 m, Km 128.2), 
3. Varent (++, 2000 m, Km 156.7), 
4. Nokereberg (+, 500 m, Km 171.2), 
5. Herlegemstraat (++, 1100 m, Km 174.9).

Startlist

Aqui

Condições meteorológicas

O dia será marcado pelas muitas nuvens, com a possibilidade elevada de ocorrer chuva. A temperatura rondará os 9ºC e o vento soprará moderado de sudoeste/oeste (+/- 16 Km/h).





Favoritos

***** Greg Van Avermaet
**** Oliver Naesen, Wout Van Aert, Tiesj Benoot
*** Niki Terpstra, Zdenek Stybar, Yves Lampaert, Sep Vanmarcke, Jasper Stuyven, Alexander Kristoff, Elia Viviani
** Sacha Modolo, Jurgen Roelandts, Christophe Laporte, Jens Debusschere, Luka Mezgec, Magnus Cort, Gianni Moscon
* Alexey Lutsenko, Stefan Küng, Lukasz Wisniowski, Danny Van Poppel, Dylan Groenewegen, Alejandro Valverde, Edward Theuns, John Degenkolb

A nossa aposta: Greg Van Avermaet
O belga ainda não venceu nesta temporada de clássicas do pavé. O melhor resultado foi um 3º lugar na E3 Harelbeke, o que para um ciclista com o seu estatuto é manifestamente pouco.
De qualquer forma, as sensações que deu nas últimas duas provas, foram positivas. Para o apoiar terá um grande alinhamento da BMC com, Kung, Bettiol, Roelandts e Drucker.

Outsider: Wout Van Aert
Tem confirmado o enorme talento. É um ciclista que tem tudo para no futuro dominar este tipo de provas e este ano já nos tem dado um pouco daquilo que pode ser o futuro.
Deverá mexer com a corrida e os principais favoritos têm de estar atentos a ele.

Seguir em directo: @DwarsdrVlaander, #DDV

(a partir das 13:30, hora de Portugal continental)

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário