GP la Marseillaise (1.1) - Antevisão


O GP la Marseillaise como é tradição abre o calendário de ciclismo Francês. A edição de 2018 será a 39ª edição e mais uma vez terá a presença de algumas das maiores figuras do ciclismo Francês. A prova começou a ser disputado nos anos 80 e conforme o nome indica, disputa-se na região de Marselha, na Cote d'Azur.
Foi durante vários anos a corrida que abria o calendário europeu, esse estatuto entretanto foi perdido para o Challenge de Maiorca.

História

últimos 10 vencedores
2008 Hervé Duclos-Lassalle (FRA) Cofidis
2009 Rémi Pauriol (FRA) Cofidis
2010 Jonathan Hivert (FRA) Saur-Sojasun
2011 Jérémy Roy (FRA) FDJ
2012 Samuel Dumoulin (FRA) Cofidis
2013 Justin Jules (FRA) La Pomme Marseille
2014 Kenneth Vanbilsen (BEL) Topsport Vlaanderen-Baloise
2015 Pim Ligthart (NED) Lotto-Soudal
2016 Dries Devenyns (BEL) IAM Cycling
2017 Arthur Vichot (FRA) FDJ 

Edição 2017 (Top-10)
1    Arthur Vichot (Fra) FDJ    3:45:43    
2    Maxime Bouet (Fra) Fortuneo - Vital Concept         
3    Lilian Calmejane (Fra) Direct Energie         
4    Julien El Fares (Fra) Delko Marseille Provence KTM         
5    Tony Gallopin (Fra) Lotto Soudal         
6    Mikaël Cherel (Fra) AG2R La Mondiale         
7    Mauro Finetto (Ita) Delko Marseille Provence KTM         
8    Hubert Dupont (Fra) AG2R La Mondiale         
9    Thibaut Pinot (Fra) FDJ    0:00:06    
10    Samuel Dumoulin (Fra) AG2R La Mondiale    0:00:34

Percurso

Marselha - Marselha, 146 Kms
O percurso é idêntico ao do ano anterior.
Toda a ação desenrola-se em torno da cidade de Marselha, com os ciclistas a partirem da cidade para o interior onde encontrarão as dificuldades montanhosas. O percurso deste ano é um pouco menos agressivo e seletivo em relação ao de 2016, já que a dificuldade final foi retirada.
A primeira dificuldade aparece aos 36,8 Kms, com a ascensão ao Col du Petit Galibier (7,6Km@3,7%).
Depois de uma descida, os corredores enfrentarão a subida mais longa do dia, o Col de l'Espigoulier (13,5Km@3,9%), o topo fica quase a meio da prova. Nova descida e aos 81,5 Kms, nova subida, Cote de Bastide (8,3Km@2,8%), seguido de descida e nova ascensão, Pas de Bellefille (2,7Km@5,6%). 
Depois de uma curta descida, nova ascensão, Coll des Cretes (4Km@7,3%), o corredores depois têm uma secção plana, até enfrentarem nova descida e mal acabe sobem a última subida do dia, Col de la Gineste (5.7Km@5,1%). O topo situa-se a menos de 10 Kms da meta, que serão realizados em descida, até ao Velódrome de Marselha.



Condições atmosféricas

Dia com muito sol, com pouco vento e com temperaturas a rondar os 13ºC. As condições meteorológicas não deverão afetar a corrida.


Startlist

Aqui

Favoritos

***** Tony Gallopin
**** Jonathan Hivert, Jesus Herrada, Lilian Calmejane
*** Romain Hardy, Mauro Finetto, Samuel Dumoulin, Romain Bardet
** Maxime Bouet, Xandro Meurisse, Alexandre Geniez, Justin Jules, Julien El Fares
* Guillaume Martin, Anthony Turgis, Nicolas Edet, Anthony Delaplace, Armindo Fonseca, Mikaël Cherel

A nossa aposta: Tony Gallopin
O francês costuma começar as temporadas em boa forma e com um perfil de prova destes, é sempre um forte candidato, ainda por cima a correr em casa.
Esta é a primeira prova com a nova equipa, mais um fator de motivação para Gallopin.

Outsider: Lilian Calmejane
Foi uma das grandes confirmações do ciclismo francês em 2017. A sua condição física ainda é uma incógnita, como é o caso de todos os presentes na prova.
Calmejane é já uma figura habitual nos primeiros postos na Taça de França, na edição do ano passado acabou no 3º lugar.

Seguir em directo: #GPLM2017; @lamarsweb


Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário