Campeonato do mundo CRE 2017 - Antevisão


Desde 2012 que os mundiais de ciclismo, têm o contrarelógio por equipas no programa, sendo que as equipas não são as selecções nacionais, como antigamente.
Entre 1962 e 1995, esta prova era disputada por selecções nacionais, sendo que desde 1995, que deixou de realizar até reaparecer em 2012, num formato mais lógico e atractivo. A actual Etixx-Quick-Step, que então se chamava Omega-Pharma-Quick-Step, foi a primeira campeã do mundo neste novo formato, sendo que repetiria em 2013 a façanha. Depois em 2014 e 2015, a BMC arrebatou o título.
No ano passado a Etixx-QuickStep (antiga Omega-Pharma-Quick-Step) recuperaria o título.

História
ChampionshipsGoldSilverBronze
2012 Valkenburg
details
Belgium Omega Pharma–Quick-StepUnited States BMC Racing TeamAustralia Orica–GreenEDGE
 Tom Boonen (BEL)
 Sylvain Chavanel (FRA)
 Tony Martin (GER)
 Niki Terpstra (NED)
 Kristof Vandewalle (BEL)
 Peter Velits (SVK)
 Alessandro Ballan (ITA)
 Philippe Gilbert (BEL)
 Taylor Phinney (USA)
 Marco Pinotti (ITA)
 Manuel Quinziato (ITA)
 Tejay van Garderen (USA)
 Sam Bewley (NZL)
 Luke Durbridge (AUS)
 Sebastian Langeveld (NED)
 Cameron Meyer (AUS)
 Jens Mouris (NED)
 Svein Tuft (CAN)
2013 Florence
details
Belgium Omega Pharma–Quick-StepAustralia Orica–GreenEDGEUnited Kingdom Team Sky
 Sylvain Chavanel (FRA)
 Michał Kwiatkowski (POL)
 Tony Martin (GER)
 Niki Terpstra (NED)
 Kristof Vandewalle (BEL)
 Peter Velits (SVK)
 Luke Durbridge (AUS)
 Michael Hepburn (AUS)
 Daryl Impey (RSA)
 Brett Lancaster (AUS)
 Jens Mouris (NED)
 Svein Tuft (CAN)
 Edvald Boasson Hagen (NOR)
 Chris Froome (GBR)
 Vasil Kiryienka (BLR)
 Richie Porte (AUS)
 Kanstantsin Sivtsov (BLR)
 Geraint Thomas (GBR)
2014 Ponferrada
details
United States BMC Racing TeamAustralia Orica–GreenEDGEBelgium Omega Pharma–Quick-Step
 Rohan Dennis (AUS)
 Silvan Dillier (SUI)
 Daniel Oss (ITA)
 Manuel Quinziato (ITA)
 Tejay van Garderen (USA)
 Peter Velits (SVK)
 Luke Durbridge (AUS)
 Michael Hepburn (AUS)
 Damien Howson (AUS)
 Brett Lancaster (AUS)
 Jens Mouris (NED)
 Svein Tuft (CAN)
 Tom Boonen (BEL)
 Michał Kwiatkowski (POL)
 Tony Martin (GER)
 Pieter Serry (BEL)
 Niki Terpstra (NED)
 Julien Vermote (BEL)
2015 Richmond
details
United States BMC Racing TeamBelgium Etixx–Quick-StepSpain Movistar Team
 Rohan Dennis (AUS)
 Silvan Dillier (SUI)
 Stefan Küng (SUI)
 Daniel Oss (ITA)
 Taylor Phinney (USA)
 Manuel Quinziato (ITA)
 Tom Boonen (BEL)
 Michał Kwiatkowski (POL)
 Yves Lampaert (BEL)
 Tony Martin (GER)
 Niki Terpstra (NED)
 Rigoberto Urán (COL)
 Andrey Amador (CRC)
 Jonathan Castroviejo (ESP)
 Alex Dowsett (GBR)
 Jon Izagirre (ESP)
 Adriano Malori (ITA)
 Jasha Sütterlin (GER)
2016 Doha
details
Belgium Etixx–Quick-StepUnited States BMC Racing TeamAustralia Orica–BikeExchange
 Bob Jungels (LUX)
 Marcel Kittel (GER)
 Yves Lampaert (BEL)
 Tony Martin (GER)
 Niki Terpstra (NED)
 Julien Vermote (BEL)
 Rohan Dennis (AUS)
 Stefan Küng (SUI)
 Daniel Oss (ITA)
 Taylor Phinney (USA)
 Manuel Quinziato (ITA)
 Joey Rosskopf (USA)
 Luke Durbridge (AUS)
 Alex Edmondson (AUS)
 Michael Hepburn (AUS)
 Daryl Impey (RSA)
 Michael Matthews (AUS)
 Svein Tuft (CAN)
Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/UCI_Road_World_Championships_%E2%80%93_Men%27s_team_time_trial


Edição 2016 (Top-10)
1- Etixx - Quick Step 0:42:32
2- BMC Racing Team 0:00:12
3- Orica-BikeExchange 0:00:37
4- Team Sky 0:00:54
5- Team Lotto Nl - Jumbo 0:00:55
6- Movistar Team 0:01:11
7- Team Giant - Alpecin 0:01:26
8- Team Katusha 0:02:01
9- Astana Pro Team 0:02:21
10- Veranda's Willems Cycling Team 0:03:39

Percurso

Ravnanger-Bergen, 42,5 Kms

Ao contrário da edição do ano passado, o percurso deste ano, não é completamente plano. As equipas partirão de Ravnanger e seguem para sul. A primeira parte é relativamente plana, passa por Kleppesto e Askoy, onde passarão uma ponta de mais de 1 Km de extensão.
Logo a seguir à ponte, há uma zona bastante técnica e chega a primeira subida mais complicada, são 600 metros a 10%. Os 10 Km seguintes são planos ao longo do lago Nordåsvannet e da residência real de Gamlehaugen.
Logo depois está colocada a principal subida do dia, são 3 Km a 6% de inclinação média, com rampas de 16%.
Nova parte plana até Bergen, onde terminam em Festplassen, bem no centro da cidade norueguesa.



Startlist


Condições atmosféricas


O dia vai estar muito nublado, com pequena possibilidade de aguaceiros, a temperatura rondará os 15ºC. O vento soprará fraco de sul.

Favoritos

***** BMC
Equipa campeã do mundo em 2014 e 2015, foram batidos pela Etixx-QuickStep em 2016 e este ano querem recuperar o título. Têm sido consistentemente a melhor equipa na especialidade e apresenta uma equipa fortíssima, liderada por Rohan Dennis e Stefan Kung, extremamente bem oleada.
É a equipa a bater.

**** Team Sky
A equipa britânica apresenta este ano um conjunto muito forte. Com Kiryienka, Kwiatkowski, Froome, Moscon e Thomas, têm de ser considerados como uma equipa capaz de ameaçar o favoritismo da BMC.

*** Team Sunweb, LottoNL-Jumbo, Quick-Step Floors
A Sunweb terá em Tom Dumoulin o seu grande motor, com Kelderman, Kamma, Andersen e Matthews a serem excelentes apoios. É uma equipa a ter em conta este ano.
A LottoNL-Jumbo é outra equipa que este ano apresenta um conjunto fortíssimo. Roglic, Campenaerts, Van Emden, Clement e Boom dão garantias que a equipa pode estar entre os primeiros.
Os campeões do mundo (Quick-Step Floors) estão bem mais fracos na especialidade em relação ao ano passado. Sem Tony Martin e Marcel Kittel, que foi muito importante também, as expectativas são muito baixas para este ano.

** Movistar, Orica-Scott
A Movistar e a Orica-Scott no último ano não têm sido nada brilhantes na disciplina. Eram equipa muito fortes que têm baixado de nível no contrarrelógio coletivo. São uma incógnita para este contrarrelógio.

* Katusha-Alpecin, Bora-Hansgrohe
A Katusha-Alpecin tem Tony Martin que este ano ainda não ganhou qualquer contrarrelógio. Um lugar entre os 5 primeiros já seria um grande resultado.
A Bora-Hansgrohe, conta com Bodnar e Barta na equipa, que podem ajudar a um bom resultado. De resto a equipa nunca se destacou nesta disciplina.

A nossa aposta: BMC
Outsider: Team Sky

Seguir em directo: #Bergen2017@UCI_cycling@bergen2017, Eurosport



Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

1 comentário:

  1. QuickStep nao tem direito a uma menção? Não tem assim tão má equipa para nem uma estrela terem

    ResponderEliminar