Vuelta a España 2017 - Antevisão 2ª etapa

A Vuelta continua em França, com a etapa a ser totalmente disputada em território gaulês, mas já em direcção a Espanha.
Mapa da etapa

Perfil da etapa
Etapa sem história, completamente plana e com pouco mais de 200 quilómetros, espera-se um final em pelotão compacto, com os sprinters a lutarem pela vitória de etapa.
O único factor que pode baralhar um pouco as coisas é o vento, o dia será passada ao longo da costa mediterrânica francesa, cortes no pelotão podem acontecer.

Cidade de partida: Nimes

A cidade de Nîmes é conhecida em todo o mundo por causa dos seus monumentos romanos - Arènes, Maison Carrée, Tour Magne. Ao longo dos séculos, a cidade conseguiu integrar esta herança dando a Nîmes a sua identidade e singularidade únicas. Orgulhosos desta identidade, a cidade defende ardentemente a inscrição no Património Mundial da UNESCO, para todo o centro histórico, com o tema "Antiguidade no presente". Um objetivo que se espera ver cumprido em 2018.
Esta é uma das cidades com grande tradição no ciclismo, por causa da ligação à Volta à França.

Cidade de partida: Gruissan

Gruissan é uma cidade francesa no sul da França, localizada no departamento de Aude, na região de Occitania.
Esta pequena cidade paragem quase obrigatória do Tour de France e, este ano será a última meta em solo francês da Vuelta 2017, o fim de uma etapa completamente disputada em território gaules.Uma lenda desta cidade mediterrânea conta que o pirata Barbaroja escolheu suas ruas para passar parte de sua vida.

Condições meteorológicas

Tal como ontem, a etapa será disputada sobre um sol abrasador, com temperaturas a passarem os 30ºC. O vento soprará moderado (+/- 14 Km/h) de norte.

Favoritos

*** John Degenkolb
** Magnus Cort Nielsen, Sacha Modolo
* Matteo Trentin, Jonas Van Genechten, Adam Blythe, Nikias Arndt, Jens Debusschere

A nossa aposta: John Degenkolb
No papel, é o sprinter mais categorizaqdo em prova e além disso, a Vuelta é a prova onde teve mais sucesso durante a carreira. Ao todo, já venceu 10 etapas na prova e este ano pode continuar a acumular triunfos.
Não tem sido um bom ano para o alemão, uma boa Vuelta pode amenizar um pouco as coisas.

Outsider: Magnus Cort Nielsen
Venceu duas etapas na edição do ano passado e este ano, face à concorrência que tem, é um dos grandes candidatos às etapas com final em pelotão compacto.

Seguir em directo: #LV2017 #laVuelta #Vuelta2017 #laVuelta2017
(a partir das 12:00)

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário