Futuro incerto para a Cannondale-Drapac

Cannondale-Drapac no final do Tour de France 2017 (Foto: http://slipstreamsports.com)
O dia de ontem ficou marcado pela notícia sobre o futuro incerto da Cannondale-Drapac. A equipa perdeu um dos patrocinadores previstos para 2018 e confirmou ontem, que necessita de 7 milhões de dólares para no próximo ano manter-se no patamar máximo do ciclismo.

Durante o dia de ontem, a Slipstream Sports, empresa que detém a Cannondale-Drapac, informou os ciclistas e restante staff sobre a delicada situação que estão a viver.
A equipa deu total liberdade aos seus ciclistas e restante pessoal para procurarem novas equipas, libertando-os assim de qualquer obrigação contractual. Informou-os ainda que, se entretanto conseguirem encontrar um patrocinador disposto a investir e manter a equipa na categoria World Tour, os contratos serão mantidos tal e qual como estão no dia de hoje.

As notícias sobre os problemas financeiros da Cannondale-Drapac não são novas. No mês de junho, Jonathan Vaughters (director da equipa) expressou a sua preocupação sobre o futuro. Mas no dia 21 de julho anunciou um novo patrocinador, a empresa Oath, e a confiança na continuidade do projecto para 2018 e diante.
O que é certo é que o acordo com a Oath mantém-se mas, um outro patrocinador voltou atrás e a equipa torna a viver momentos difíceis. 
Entretanto foi criada uma campanha de crowdfunding para todos aqueles que quiserem contribuir e ajudar a manter a equipa. Podem saber mais sobre isso AQUI.
Fontes: 
http://www.cyclingnews.com 
http://sprint-final.com/

Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário