2ª etapa do Grande Prémio do Dão foi anulada


Este fim de semana realizou-se o Grande Prémio do Dão a contar para a Taça de Portugal.
A segunda etapa ligava Penalva do Castelo a Viseu mas, problemas na passagem de responsabilidades entre a GNR e a PSP na entrada do percurso urbano, geraram o caos. A juntar a este problema houve ainda um engano no percurso quando faltava cerca de 40 quilómetros para o fim da etapa, fazendo com que o pelotão parasse.

A Federação Portuguesa de Ciclismo emitiu um comunicado e fica o relatório do Colégio de Comissários, o que poderá ainda demorar alguns dias.

Comunicado da FPC
A segunda etapa do Grande Prémio do Dão foi anulada, devido a problemas decorrentes da transição da responsabilidade de policiamento da GNR para a PSP, à entrada no circuito urbano de Viseu.
Aos problemas de segurança decorrentes da transição das responsabilidades de policiamento, juntaram-se um engano no percurso, levando os ciclistas a parar antes de cruzarem a meta pela última vez.
Na sequência destes factos, a organização, em conjunto com o colégio de comissários, decidiu anular a segunda e última etapa da competição.
A Direção da Federação Portuguesa de Ciclismo vai aguardar pelo relatório do Presidente do Colégio de Comissários, decidindo posteriormente as medidas a tomar relativamente à homologação dos resultados da corrida, ao desfecho da Taça de Portugal e a outras ações que entenda convenientes e adequadas a este caso e à prevenção de futuras situações semelhantes.
 Alguns directores desportivos das equipas já se pronunciaram contra a demora na decisão.

José Santos, director desportivo da RP-Boavista:
"O GP Dão deve ser anulado, assim como a 1ª etapa e a FPC deve substituir a prova por outra, já que se decidia o triunfo na Taça de Portugal".

Em comunicado, a Efapel disse:
"Aguardamos para saber se o resultado que venha a ser determinado dá a vitória na Taça de Portugal a Daniel Mestre."

Nuno Ribeiro, director desportivo da W52-FCPorto-Mestre da Cor não poupou críticas à FPC:
"Deveria ter havido uma deliberação na hora. Não faz sentido estar tudo à espera mais dias."

Fontes: 
www.fpciclismo.pt
http://www.record.pt

 
 

Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário