Campeonato do mundo CRE 2016 - Antevisão


Desde de 2012 que os mundiais de ciclismo, têm o contrarelógio por equipas no programa, sendo que as equipas não são as selecções nacionais, como antigamente.
Entre 1962 e 1995, esta prova era disputada por selecções nacionais, sendo que desde 1995, que deixou de realizar até reaparecer em 2012, num formato mais lógico e atractivo. A actual Etixx-Quick-Step, que então se chamava Omega-Pharma-Quick-Step, foi a primeira campeã do mundo neste novo formato, sendo que repetiria em 2013 a façanha. Depois em 2014 e 2015, a BMC arrebatou o título.

História

Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/UCI_Road_World_Championships_%E2%80%93_Men%27s_team_time_trial
Edição 2015 (Top-10)
1. BMC Racing Team, in 42:07
2. Etixx-Quick-Step, at :12
3. Movistar, at :31
4. Orica-GreenEdge, at :54
5. Giant-Alpecin, at 1:04
6. Lotto Nl-Jumbo, at 1:18
7. Lotto Soudal, at 1:27
8. Astana, at 1:38
9. Team Sky, at 1:42
10. Trek Factory Racing, at 1:47
11. FDJ, at 1:49
12. Cannondale-Garmin, at 1:50
13. IAM Cycling, at 1:58
14. Ag2R La Mondiale, at 2:04
15. Lampre-Merida, at 2:08
16. Topsport Vlaanderen-Baloise, at 2:20
17. Optum-Kelly Benefit Strategies, at 2:24
18. Katusha, at 2:34
19. UnitedHealthcare, at 2:57
20. Jelly Belly-Maxxis, at 3:42
21. Hincapie Racing Team, at 3:44
22. Jamis-Hagens Berman, at 4:37
23. Vino 4-Ever, at 4:44
24. Champion System-Stan’s NoTubes, at 5:15
25. Lupus Racing Team, at 5:18
26. Astellas Cycling Team, at 5:59
27. Tinkoff-Saxo, at 8:12

Percurso
Doha-Doha, 40 Kms

São 40 Kms completamente planos, não há muito mais a dizer. Apenas as condições atmosféricas, como o vento e o extremo calor, são os factores que podem influenciar a prova e o desempenho das equipas.
Mapa da prova
Perfil da prova

Startlist

Condições atmosféricas

As previsões é que o calor extremo irá ser um dos grandes obstáculos dos ciclistas. Esperam-se temperaturas perto dos 40ºC.
O outro factor que poderia influenciar, era o vento, no entanto irá soprar fraco, com rajadas de leste, o que significa que será vento cruzado. Mas como será fraco, não deverá ser um factor importante, ao contrário das temperaturas elevadas

Favoritos

***** BMC
Equipa campeã do mundo e que tem dominado a especialidade nos últimos anos. Apresenta uma equipa fortíssima, como seria de esperar. Com Rohan Dennis a ser o principal elemento, mas com um suporte de luxo, com o jovem suiço Stefan Kung, Taylor Phinney, Daniel Oss e Manuel Quinziato, a formarem um quinteto de sonho e muito bem oleado, o sexto elemento é Joey Rosskopf, que em principio é o elemento mais frágil, mas não deixa de ter enorme qualidade.
Pela homogeneidade e por ser um conjunto extremamente bem oleado, a BMC é o grande favorito.

**** Etixx-Quick-Step, Movistar
A Etixx já foi a melhor equipa do mundo nesta especialidade, perdendo esse título para a BMC. No Qatar, apresenta uma equipa de luxo, com Tony Martin e Bob Jungels a serem os principais motores. Kittel, Lampaert, Terpstra e Vermote, completam um conjunto fantástico.

A Movistar, individualmente, parece ser a mais forte, com grandes especialistas como, Jonathan Castroviejo, Nélson Oliveira, Alex Dowsett e Andrey Amador. Mas mais importante que ter grandes especialista é ter uma equipa oleada e a equipa espanhola tem falhado nesse capítulo. 
Se conseguirem melhorar a forma como o comboio trabalha, serão difíceis de bater.

*** Orica-BikeExchange, LottoNL-Jumbo
A Orica tem sido das melhores equipas na especialidade. No ano passado foram quartos e a equipa que apresentam no Qatar é parecida, com 4 elementos (Durbridge, Hepburn, Matthews e Tuft) a repetirem a presença. Impey e Edmondson a serem as novidades. Na nossa opinião estão um patamar abaixo das 3 acima referidas, mas não é de descartar uma luta pelos lugares cimeiros.

A LottoNL-Jumbo, apresenta uma equipa fortíssima e tem tido uma evolução notável na especialidade. Têm 4 grandes especialista, Kelderman, Campenaerts, Van Emben e Roglic, que podem tornar esta equipa numa potencial candidata às medalhas. Leezer e Roosen completam a equipa.

** Giant-Alpecin, Astana, Sky
A Sky poderia ser das melhores equipas, mas apresentam-se no Qatar com um elenco mais frágil. Sem homens como Froome e Poels, a equipa perde alguma força, sobretudo quando Kiriyenka e Kwiatkowski têm-se mostrado muito longe do melhor. No ano passado foram 9º classificados, longe dos melhores.
A Astana apresenta uma equipa do nível que apresentou no ano passado, onde ficou em 8º. Não tem nenhum grande especialista no elenco.
A Giant-Alpecin, apesar de ter Tom Dumoulin, também não deverá lutar pelo pódio, apenas o holandês e Sore Kragh Andersen são especialistas. Repetir o 5º lugar do ano passado já seria excelente.

* Katusha, Ag2R La Mondiale, CCC Sprandi Polkowice 
Estas 3 equipas deverão ser as 'melhores do resto.' Dificilmente conseguirão estar nos primeiros 5 lugares.

A nossa aposta: BMC
Outsider: LottoNL-Jumbo

Seguir em directo: #UCIDoha2016@UCI_cycling, @UCIDoha2016, RTP 2

Stream: http://cycling-today.com/uci-world-championships-2016-live-stream/

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário