Vuelta 2016 - Antevisão 18ª Etapa

A Vuelta continuará pela Comunidade Valenciana, desta vez com uma etapa sem grandes dificuldades. Um dia, em que os candidatos à geral devem estar já a pensar no contrarelógio individual do dia seguinte.

Mapa da 18ª etapa
Perfil da 18ª etapa
O dia está longe de ser completamente 'fácil', apesar de ser considerada uma etapa para sprinters, os corredores terão pela frente mais de 2500 metros de subida acumulada, por terras Valnecianas. É um constante sobe e desce, que pode não criar problemas, mas desgasta.
A subida mais complicada do dia, aparece na 1ª parte da etapa, que é também onde estão as maiores dificuldades. O final é menos oscilante e os últimos 30 Kms até Gandía são a descer.
Subidas:
Km 69,8 Peregrí / Casa del Alto – 13,8 km a 3,8 % - categoria 2
Km 78 Alto de La Rosa – 3,2 km a 4,5 % (sem categoria)

Cidade de partida: Requena

Requena
Requena é um município espanhol situado na parte oriental da região Requena-Utiel, na província de Valência. 
O património monumental da cidade produz no visitante um impacto de encanto. Esse charme advem do Barrio de la Villa, com os seus muitos monumentos e museus.
Num município tão grande como Requena, as paisagens naturais desempenham um papel muito importante com os seus passeios a pé ou de bicicleta ao longo dos caminhos e lugares do município como o Parque Natural de Las Hoces, La Muela ou Pico del Tejo.
A gastronomia é outro dos pontos altos na visita a Requena. Os seus enchidos e o magníficos vinhos deliciam qualquer um.

Cidade de chegada: Gandía

Vista aérea de Gandía 
Gandía é uma cidade de Valência. Está localizado no sudeste da província de Valência e é a capital da região de La Safor.
A praia e o seu passeio estão integrados para configurar uma região muito atraente para os visitantes durante todo o ano.
Em Gandia, pode desfrutar de uma das melhores ofertas gastronómicas, comercial e cultural ao longo da costa valenciana. 
Caminhe pelas ruas do centro histórico, todas elas exclusivas a peões. Enquanto passeia desfrute de edifícios emblemáticos como o la Colegiatta de estilo gótico ou o edifício das Escolas Pias, a sede primeira universidade jesuíta no mundo. Mas não pode perder uma das jóias do património dos valencianos: o Palácio Ducal dos Borja, uma das famílias mais controversas da história que deu à Igreja Católica dois papas Calixto III e Alexandre VI .

Condições atmosféricas
Dia de Sol, com temperaturas a variarem entre os 24 a 30ºC. Estará algum vento durante o dia, com rajadas de 15 a 40 Km/h que soprarão de Sul, Sudoeste e Este.




Favoritos:
É uma das últimas oportunidades para os sprinters, num dia que também não está posta de parte que uma fuga tenha sucesso, principalmente por causa da 1ª parte da etapa.
No entanto, a nossa aposta vai para uma chegada em pelotão compacto.

*** Gianni Meersman, Jonas Van Genechten
** Daniele Bennati, Jean Pierre Drucker, Kristian Sbaragli
* Tosh Van Der Sande, Nikias Arndt, Fabio Felline, Luis Léon Sanchez (fuga)

A nossa aposta: Gianni Meersman
Já conta com duas vitórias nesta Vuelta e tem aqui a oportunidade de adicionar mais uma para o palmarés. 
É o único sprinter em prova com duas vitórias nesta edição.

Outsider: Daniele Bennati
O veterano italiano já tentou a sua sorte, sem sucesso, é dos que merece ser feliz, pela tenacidade que demonstra. 
Com a falta de sprinters de primeira água na prova, Benatti, pode intrometer-se no sprint, mas também pode vencer através de ataques perto do fim ou se conseguir estar na fuga certa.

Seguir em directo: Eurosport 1, TVI24, @lavuelta, #LV2016

Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário