Vuelta 206 - Antevisão 2ª Etapa

Depois do contrarelógio colectivo na 1ª etapa, o segundo dia de prova será uma jornada percorrida pelo sul da Galiza, bem perto de Portugal. Muitos portugueses têm oportunidade de ver alguns dos melhores ciclistas mundiais.
A etapa ligará o interior à costa galega, não apresentando grandes dificuldades. Há apenas uma contagem de montanha de 3ªcategoria, que está a mais de 80 quilómetros da meta. A subida para o Alto de Fontefria (8.2 km@3.2%) servirá apenas para definir o primeiro dono da camisola. O vento pode afectar a parte final, já perto da costa. É esperada uma chegada em pelotão compacto.

Cidade de partida: Ourense

Termas - Ourense
Ourense é um município da Espanha na comunidade autónoma da Galiza. É a terceira maior cidade da Galiza e é capital da província homónima.
As termas de água quente são possivelmente o maior atractivo da cidade de Ourense. As mais conhecidas são As Burgas, fontes de águas termais, que constituem um dos principais monumentos da cidade, sendo Ourense também conhecida como a "cidade das Burgas".

Cidade de chegada: Baiona

Baiona
Baiona é um município espanhol da província de Pontevedra, comunidade autónoma da Galiza e integra a área metropolitana de Vigo.
Na cidade podemos visitar o castelo de Monterreal que tem uma grande importância histórica. Em Março de 1493, Martin Alonso Pinzon, desembarcou em Baiona após a sua viagem à América, sendo esta, a primeira terra da Europa, a saber da descoberta do Novo Mundo. Na primeira semana de Março, realiza-se no entro histórico da cidade, uma festa medieval chamada "La Chegada".

Condições atmosféricas
Temperaturas perto dos 30ºC durante toda a etapa. O vento não soprará forte, perto da costa esperam-se rajadas de Noroeste de 20 Km/h.



Favoritos:

Etapa onde se espera uma chegada em pelotão compacto. As equipas dos sprinters deverão controlar a corrida, principalmente os últimos Kms. Ter em atenção o factor vento, perto da costa galega.

*** Niccolo Bonifazio
** Jempy Drucker, Nikias Arndt, Kristian Sbaragli
* Jonas Van Genechten, Joaquin Rojas, Gianni Meersman, Tosh Van de Sande

A nossa aposta: Niccolo Bonifazio
A Vuelta este ano não apresenta nenhum dos melhores sprinters do pelotão mundial. Bonifazio é talvez o nome mais forte. Venceu uma etapa na Volta à Polónia, numa temporada que não tem sido brilhante, longe disso,

Outsider:
Nikias Arndt
O jovem alemão viveu na sombra de Kittel e Degenkolb, mas este ano tem progredido no sentido de ser o futuro sprinter da equipa. Venceu a última etapa do Giro, no maior momento da sua ainda curta carreira.


Seguir em directo: Eurosport 1, TVI24, @lavuelta, #LV2016

Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário