Volta a Portugal 2016 - Antevisão 7ª etapa

Depois da etapa da Torre, a 7ª etapa é teoricamente um dos dias mais fáceis da prova.
Etapa sem grande história, acabando numa das cidades que habitualmente acolhe a caravana da Volta a Portugal. O final não é totalmente plano, o que influenciará o sprint, se a chegada for em pelotão compacto.

Cidade de partida: Figueira de Castelo Rodrigo

CM de Figueira de Castelo Rodrigo
Figueira de Castelo Rodrigo é uma vila portuguesa pertencente ao Distrito da Guarda.
É sede de um município com o mesmo nome, subdividido em 10 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Freixo de Espada à Cinta, a leste pela Espanha, a sul por Almeida, a sudoeste e oeste por Pinhel e a noroeste por Vila Nova de Foz Côa.
Fica em Terras de Riba-Coa de vastas paisagens, planaltos, fortalezas e castelos junto ao vale do Coa.

Cidade de chegada: Castelo Branco

Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco 
Castelo Branco pertence ao distrito com o mesmo nome. É ainda sede de concelho com 25 freguesias (após a reorganização territorial passaram a 19). Em 2006, num estudo da DECO, Castelo Branco foi considerado o segundo distrito do país com melhor qualidade de vida.
Um dos produtos mais conhecidos da região é o bordado de Castelo Branco. Trata-se de colchas de linho bordadas a fio de seda natural com inspiração oriental. 
Castelo Branco ostenta um vasto e rico património. Ao passearmos pela cidade verificamos que existem diversas influências como os Templários e até aos judeus. No património arquitectónico é observável vários estilos, manuelino, barroco ou mesmo o renascentista. Não percam o Castelo, que se pensa ter sido construído na idade média, o Paço Episcopal que actualmente é o Museu Francisco Tavares Proença Júnior e até o Jardim do Paço Episcopal com a Escadaria dos Reis. 

Condições atmosféricas
Temperaturas novamente muito elevadas, uma constantes nesta Volta a Portugal 2016. Neste dia vão variar entre os 30 e 35 ºC. O vento vai ser moderado de Oeste e Noroeste, com rajadas que podem atingir os 25 Km/h.



Favoritos
Etapa que poderá ter uma chegada ao sprint, se as equipas dos sprinters trabalharem para anular as tentativas de fuga. Ou então caso ninguém esteja disposto a trabalhar, uma fuga pode ter sucesso, embora na nossa opinião, o mais previsível é mesmo uma chegada em pelotão compacto.

*** Vicente de Mateos, Davide Vigano
** Francesco Gavazzi, Daniel Mestre, Samuel Caldeira
* José Gonçalves, Luis Mendonça, Rafael Silva, Rinaldo Nocentini, Jesus Ezquerra

A nossa aposta: Vicente de Mateos
O espanhol está numa forma absurda, que lhe permite estar no top-10 da geral. Vencedor de uma etapa, tem na chegada a Castelo Branco nova oportunidade e face ao momento de forma é a nossa aposta.

Outsider: José Gonçalves
O barcelense ainda não venceu nenhum tirada este ano. Apesar da chegada não ser totalmente favorável a ele, pensamos que o corredor da Caja Rural pode dar um ar da sua graça em Castelo Branco.

Seguir em directo: #eugostodavolta, #voltaportugal, RTP1

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário