Settimana Internazionale Coppi e Bartali (2.1) - Antevisão


Itália é um dos países com maior tradição e paixão pelo ciclismo. E a prova é que tem alguma das provas mais importantes do calendário.
Outra característica do país transalpino é que não se esquece dos seus heróis e esta prova demonstra exactamente isso, numa competição que homenageia dois monstros sagrados do ciclismo.
Na primeira edição, em 1984, o vencedor é também um dos históricos do ciclismo Italiano, Moreno Argentin.

História
últimos 10 vencedores
2006 Damiano Cunego (ITA) Lampre–Fondital
2007 Michele Scarponi (ITA) Acqua & Sapone–Caffè Mokambo
2008 Cadel Evans (AUS) Silence–Lotto
2009 Damiano Cunego (ITA) Lampre–NGC
2010 Ivan Santaromita (ITA) Liquigas–Doimo
2011  Emanuele Sella (ITA) Androni Giocattoli
2012 Jan Bárta (CZE) Team NetApp
2013 Diego Ulissi (ITA) Lampre–Merida
2014 Peter Kennaugh (GBR) Team Sky
2015 Louis Meintjes (RSA) MTN–Qhubeka

Percurso
 Etapa 1a - Gatteo › Gatteo (95.9 Km)
 Etapa 1b (CRE) - Gatteo a mare › Gatteo (13.3 Km)
 2ª Etapa - Riccione › Sogliano al Rubicone (154.7 Km)
 3ª Etapa - Calderara di Reno › Calderara di Reno (172 Km)
 4ª Etapa - Pavullo › Pavullo (163.6 Km)


Percurso habitual, com o primeiro dia a ser dividido em duas partes, com a segunda a ser o contrarelógio por equipas.
As segunda e quarta etapas serão aquelas que deverão decidir a prova, com o a terceira etapa a ser ideal para os sprinters, já que é totalmente plana.

Perfis
1a
Perfil da Etapa 1a


1b
Perfil da Etapa 1b
Settimana Coppi e Bartali Riccione - Sogliano al Rubicone
Perfil da 2ª etapa

3
Perfil da 3ª etapa

Settimana Coppi e Bartali Pavullo - Pavullo
Perfil da 4ª etapa

Starlist

Favoritos
***** Gianni Moscon, Sebastian Henao,
****  Andrea Fedi, Rodolfo Torres, Damiano Cunego
*** Mauro Finetto, Rob Britton, Manuel Belletti
** Giulio Ciccone, Francesco Gavazzi
* Ivan Santaromita, Edgar Pinto, Mikel Landa

A nossa aposta: Sebastian Henao
Outsider: Rob Britton

A seguir em directo: #coppibartali, Rai Sport 1 e 2

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário