Edgar Pinto vive um dia de cada vez


O Ciclista Português que regressou à competição após mais de 5 meses ausente devido a atropelamento na China , e os azares dos últimos anos fazem com que Edgar Pinto veja o futuro de outra maneira. "Não posso pensar muito alto em termos de carreira." O desabado do ciclista da Skydive Dubai, de 30 anos, surge após o regresso à competição (Copa Bartali), que aconteceu após cinco meses e meio afastado devido a lesão... mais uma. "Já não faço conta às operações. O que vale é que vou tirando o metal que tenho dentro do corpo."
Em Outubro de 2015, na Volta à China, fracturou o colo do fémur esquerdo ao ser atropelado por uma moto da organização. Em 2011, na Volta a Portugal, sofreu igual fractura, mas do lado direito. Na prova rainha teve outras desistências que resultaram em clavículas e outros ossos partidos.
Face ao histórico de azares que têm marcado os últimos cinco anos, é com naturalidade que o ciclista de Albergaria-a-Velha diz que nesta fase da carreira não faz sentido pensar em chegar a uma equipa melhor. "Com a falta de sorte que tenho tido, é um pouco o deixar andar, fazendo sempre o trabalho da melhor maneira."
Edgar Pinto está a cumprir a segunda época na equipa da Skydive Dubai, do 3º escalão da UCI. "Este ano as coisas estão melhores, temos um novo diretor, que é muito mais organizado e com abertura a mais corridas". Giro de Trentino, Volta a Madrid e Volta ao Japão serão as próximas provas.

http://www.record.xl.pt/modalidades/ciclismo/detalhe/edgar-pinto-vive-um-dia-de-cada-vez.html
  

Também pode interessar:

jdragon cycling team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário