Etoile de Bessèges (2.1) - Antevisão

Capture


Desde 1971 que se disputa esta prova, que juntamente com a Volta a la Comunitat Valenciana, abre a temporada europeia das provas por etapas. Os homens da casa dominam a lista de vencedores, porém nas duas últimas edições, nenhum gaulês arrecadou a geral final.
A prova desenrola-se na região de Languedoc-Roussillon, no sul de França e em 2016 comemora a sua 46ª edição.


História
últimos 10 vencedores
2006 Frederik Willems (BEL) Chocolade Jacques
2007 Nick Nuyens (BEL) Cofidis
2008 Yuri Trofimov (RUS) Bouygues Télécom
2009 Thomas Voeckler (FRA) Bbox Bouygues Telecom
2010 Samuel Dumoulin (FRA) Cofidis
2011 Anthony Ravard (FRA) Ag2r–La Mondiale
2012 Jérôme Coppel (FRA) Saur–Sojasun
2013 Jonathan Hivert (FRA) Sojasun
2014 Tobias Ludvigsson (SWE) Giant–Shimano
2015 Bob Jungels (LUX) Trek Factory Racing

Percurso
 1ª etapa - Bellegarde › Beaucaire (156 Km)
 2ª etapa - Nîmes › Mejannes Le Clap (153 Km)
 3ª etapa - Bessèges › Bessèges (152 Km)
 4ª etapa - Tavel › Laudun (148 Km)
 5ª etapa - Alès › Alès (12 Km)

As 3 primeiras etapas são adequadas aos homens mais rápidos, Coquard, Démare ou Pelucchi são os principais favoritos. 
A 4ª etapa, é a mais complicada, com chegada a Laudun, os últimos 600 metros são a 5,2% de inclinação média, será dia para os puncheurs, os principais nomes a seguir são: Gallopin, Latour e Pinot. 
Mas será no último dia que se decidirá tudo, o contrarelógio individual de 12 quilómetros ditará quem acabará por ganhar a prova.

Perfis
Perfil da 1ª etapa
Perfil da 2ª etapa
Perfil da 3ª etapa
Perfil da 4ª etapa
Perfil da 5ª etapa
Startlist

Favoritos
***** Tony Gallopin
**** Jerome Coppel, Thibaut Pinot, Pierre-Roger Latour
*** Arthur Vichot,  Sylvain Chavanel, Jonathan Hivert, Dries Devenyns
** Jean-Christophe Peraud, Bryan Coquard, Arnaud Demare,  Stephane Rossetto
* Maxime Monfort, Ignatas Konovalovas, Adrien Petit, Anthony Delaplace, Asbjørn Kragh Andersen, Anthony Turgis


Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário