Tour 2015 - Antevisão 17ª Etapa

Depois do segundo dia de descanso, a última semana do Tour arranca nos Alpes para quatro etapas de cortar a respiração. Hoje terão de enfrentar um perfil de etapa com muitos altos e baixos. Veremos como respondem as pernas dos ciclistas.
Perfil 17ª etapa 


Cidade de partida: Digne-Les-Bains

Digne-Les-Bains
A cidade apenas se chamava Digne, o seu nome foi alterado em 1988 para Digne-Les-Bains. 
A primeira vez que a cidade foi palco de uma etapa do Tour decorria o ano de 1933. Esta será a 12ª edição do Tour a passar por ali.
A cidade vive uma verdadeira animação com o ciclismo, são muitas as actividades nestes dias ligadas ao Tour.

Cidade de chegada: Pra Loup

Ciclismo em Pra Loup 

Pra Loup foi até hoje palco de duas etapas do Tour, em 1975 e em 1980. 35 anos depois, a maior prova de ciclismo do mundo volta a este local onde Eddy Merckx perdeu a camisola amarela em 1975. Após ter vencido cinco edições do Tour, Merckx que seguia de amarelo naquela etapa, perdeu dois minutos na subida e viu o seu adversário Bernard Thévenet subir ao lugar mais alto da classificação geral.  

A etapa de hoje é relativamente curta, com 161 quilómetros e é a primeira no Alpes. O perfil é constituído por vários altos e baixos, mas é a subida para Col d'Allos que deverá fazer a diferença. Apesar de não ser uma subida excessivamente dura, tem 14 quilómetros a uma média de 5,5%. Os últimos 5 quilómetros são os mais duros da subida, com inclinação a rondar os 7%. A descida que se segue é longa, bastante complicada e deveras perigosa. 
Os últimos 6 quilómetros da etapa, são constituídos por uma subida de 2ª categoria, a inclinação média é de 6,5%.

Resumo das subidas do dia:
Km 40.0 – Col des Lèques 6km a 5.3% – 3° categoria
Km 67.0 – Col de Toutes Aures 6,1km a 3.1% – 3° categoria
Km 96.0 – Col de la Colle-Saint-Michel (1 431 m) 11 km a 5.2% – 2°categoria
Km 139.0 – Col d’Allos (2 250 m)14km a 5.5% – 1°categoria
Km 161.0 – Pra Loup (1 620 m) 6,2km a 6.5% – 2° categoria

Prevê-se chuva durante a etapa, o que pode tornar as descidas ainda mais perigosas.

Perfil últimos 36 quilómetros

Favoritos:

Com a previsão de chuva para a descida do Col d'Allos, colocamos Vincenzo Nibali como o grande favorito a vencer esta etapa. O tubarão é um exímio 'descedor' e tem aqui uma oportunidade para vencer uma etapa. Depois de na última jornada ter dado sinais de melhoras, espera-se que ataque novamente.
Alejandro Valverde tem estado muito bem neste Tour. Ainda não venceu uma etapa e amanhã é daqueles perfis que lhe assentam bem. Veremos se vai continuar a fazer a sua corrida ou então terá de ajudar Quintana.
Contador é daqueles ciclistas que nunca se satisfazem com um lugar que não seja o primeiro. O espanhol apesar de não estar na melhor forma, promete uma terceira semana ao ataque. Amanhã, prevê-se chuva o que o beneficia.
Adam Yates, Chris Froome, Tejay Van Garderen e Romain Bardet conhecem muito bem esta etapa, já que a fizeram no Dauphiné. O francês venceu mesmo a etapa no Dauphiné, ao dar um autêntico espectáculo na descida do Col d'Allos.

***** Vincenzo Nibali
**** Alejandro Valverde, Alberto Contador
*** Adam Yates, Chris Froome, Tejay Van Garderen, Romain Bardet
** Nairo Quintana, Bauke Mollema, Robert Gesink, Warren Barguil, Geraint Thomas, Pierre Rolland, Joaquim Rodriguez, Daniel Martin, Thibaut Pinot
* Fuga

A nossa aposta: Vincenzo Nibali
Surpresa: Romain Bardet


Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário