Froome: "Espero ser atacado de todos os lados"


Ainda no dia de ontem na conferência de imprensa após a etapa, Chris Froome falou sobre o que já passou, o que ainda está para vir e o que espera dos seus adversários.
"Hoje foi um bom dia, era uma etapa de muito stress com a subida final antes da descida que ficou famosa com histórias de acidentes."
"Além disso, eu acho que foi um bom dia para nós. Vimos as outras equipas a tentar hoje. A Tinkoff-Saxo levou a corrida até ao início da última subida. Vimos ataques na parte superior e Vincenzo Nibali conseguiu atacar."

Com isto Froome concluiu que: "Podemos esperar o mesmo nos quatro dias que faltam até chegarmos a Paris. Esperamos ser atacados em todos os lugares. Mas estou confiante que equipa para controlar a corrida e manter a camisola amarela até Paris. Mas a corrida ainda não terminou."

Sobre o que pode ser mais complicado Chris Froome disse: "Sabemos que a descida do Col d'Allos será um momento muito decisivo na corrida." 
"Três minutos é uma boa margem, mas num dia mau podemos ficar sem açúcares e perder muito tempo. Tenho a certeza que as outras equipas vão tentar alguma coisa."

Nota do blog Etapa Raínha: Apenas desejamos um bom espectáculo de ciclismo nestas últimas etapas do Tour de France 2015!



Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário