Tour 2015 - Análise 9ª Etapa

A nona etapa, ficou marcada pela vitória dos campeões do mundo da especialidade. A equipa norte-americana venceu o contrarrelógio numa luta muito renhida com a Sky e a Movistar.
BMC vencedora da 9ª etapa
Os mais do dia
BMC
O que dizer? Impecáveis, foram ao longo do contrarrelógio a equipa mais homogénea e compacta, os campeões do mundo foram a equipa mais forte. Partiam para este dia como a grande favorita e confirmaram. Mas nem tudo foi perfeito, a Sky estragou os planos da equipa norte-americana, ao também fazer um tempo muito bom, impedindo que Tejay Van Garderen chegasse à amarela.

Sky
Extremamente fortes, antes da última subida, os tempos indicavam que poderiam vencer, no entanto na subida final, Nicolas Roche o quinto elemento fraquejou. A Sky mostrou-se bastante compacta até aos quilómetros finais, com destaque para Chris Froome que foi o motor da equipa, o problema foi o final, que não foi brilhante. De qualquer forma um dia positivo para Froome que ganhou tempo aos principais adversários e apenas perdeu 1 segundo para Van Garderen.

Movistar
A equipa espanhola esteve em grande, no entanto até poderia ter corrido melhor. O primeiro parcial não foi brilhante, mas a partir daí a equipa de Nairo Quintana voou.
Ainda houve um percalço pelo meio, com a equipa a ter problemas de se manter junta, afectando a equipa, mas o que interessa foi o resultado final.
Quintana perdeu apenas 4 segundos para Froome e sai desta semana com a 1 minuto e 59 segundös do líder, porém agora chega o seu terreno e é aí que o Colombiano pode fazer a diferença. 

Lampre
Foi a primeira a fazer um tempo interessante. Até à chegada da Astana ainda haviam dúvidas se o tempo da equipa italiana tinha sido de referência. Quando a equipa Cazaque cortou a meta confirmou-se que era.
Rui Costa esteve em destaque na última parte, precisamente aquela onde a Lampre esteve especialmente forte, sendo a segunda melhor equipa na subida final, apenas batida pela BMC.

Os menos do dia
Tinkoff-Saxo
Não foi terrível, mas também não foi um dia positivo para a equipa russa. Perderam 28 segundos para a BMC, 27 para a Sky e 24 para a Movistar, apenas ganharam terreno a Nibali. Contador fica assim a mais de 1 minuto de Froome na classificação geral.
A equipa no Giro tinha-se portado muito bem no contrarrelógio colectivo. Agora, no Tour, a constituição é muito parecida e homens como Kreuziger e Rodgers parecem estar em melhor forma do que no Giro. No entanto, hoje a Tinkoff-Saxo foi claramente batida pelas três mais fortes.

Astana
Perder 35 segundos para a BMC não pode deixar satisfeitos os responsáveis da equipa cazaque. Nibali fica assim a 2 minutos e 22 segundos de Froome, tendo sido  ultrapassado por Quintana. 
O italiano terá de mexer na corrida e sabemos que o fará, já que é dos ciclistas mais atacantes do pelotão internacional.

Orica GreenEdge
Colocámos a Orica GreenEdge, não com a intenção de criticar o desempenho da equipa, porque pouco podiam fazer mais. Colocamos os australianos para dar como exemplo da borrada que a organização fez. 
Colocar um contrarrelógio colectivo no final da primeira semana do Tour, depois de dias nervosos e complicados, com pavé pelo meio e as previsíveis quedas que acontecem todos os anos, é incompreensível. Depois vemos uma das melhores equipas nesta especialidade completamente despedaçada e sem poder fazer muito mais.
Espera-se que a organização do Tour não volte a fazer este tipo de opção, ninguém ficou a ganhar.

Tempos da última subida (Côte de Cadoudal):
1. BMC
2. Lampre (2")
3. Movistar (3")
4. Tinkoff-Saxo (3")
5. Sky (6")
6. Astana (8")
7. Team Lotto-Jumbo (9")
8. IAM Cycling (11")
9. AG2R La Mondiale (11")
10. Trek Factory Racing (11")
11. FDJ (13")
12. Team Europcar (13")
13. MTN-Qhubeka (14")
14. Etixx - Quick Step (18")
15. Cannondale-Garmin (19")
16. Bora-Argon 18 (20")
17. Lotto-Soudal (20")
18. Bretagne-Séché (22")
19. Team Katusha (24")
20. Team Giant-Alpecin (27")
21. Cofidis (29")
22. Orica-GreenEDGE (30")

Classificação da 9ª etapa:
1 BMC Racing 0:32:15
2 Team Sky 0:00:01
3 Movistar Team 0:00:04
4 Tinkoff-Saxo 0:00:28
5 Astana Pro Team 0:00:35
6 IAM Cycling 0:00:38
7 Etixx-QuickStep 0:00:45
8 Lampre-Merida 0:00:48
9 Team LottoNL-Jumbo 0:01:14
10 AG2R LA Mondiale 0:01:24
11 Trek Factory Racing 0:01:25
12 Team Cannondale-Gramin 0:01:29
13 Bora-Argon 18 0:01:31
14 FDJ 0:01:33
15 Lotto Soudal 0:01:36
16 Team Giant-Alpecin 0:01:37
17 Team Europcar 0:01:42
18 Bretagne-Seche Environnement 0:01:46
19 Team Katusha 0:01:53
20 MTN-Qhubeka 0:01:56
21 Cofidis, Solutions Credits 0:02:32
22 Orica-GreenEdge 0:04:58

Classificação geral após 9ª etapa:
1 Christopher Froome (GBr) Team Sky 31:34:12
2 Tejay Van Garderen (USA) BMC Racing Team 0:00:12
3 Greg Van Avermaet (Bel) BMC Racing Team 0:00:27
4 Peter Sagan (Svk) Tinkoff-Saxo 0:00:38
5 Alberto Contador (Spa) Tinkoff-Saxo 0:01:03
6 Rigoberto Uran (Col) Etixx - Quick-Step 0:01:18
7 Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team 0:01:50
8 Geraint Thomas (GBr) Team Sky 0:01:52
9 Nairo Quintana (Col) Movistar Team 0:01:59
10 Zdenek Stybar (Cze) Etixx - Quick-Step
11 Tony Gallopin (Fra) Lotto Soudal 0:02:01
12 Roman Kreuziger (Cze) Tinkoff-Saxo 0:02:18
13 Vincenzo Nibali (Ita) Astana Pro Team 0:02:22
14 Warren Barguil (Fra) Team Giant-Alpecin 0:02:43
15 Robert Gesink (Ned) Team LottoNL-Jumbo 0:02:52
16 Bauke Mollema (Ned) Trek Factory Racing 0:02:56
17 Jean-Christophe Peraud (Fra) AG2R La Mondiale 0:03:30
18 Joaquim Rodriguez (Spa) Team Katusha 0:03:52
19 Andrew Talansky (USA) Cannondale-Garmin Pro Cycling Team 0:04:17
20 Mathias Frank (Swi) IAM Cycling 0:04:32
...
23 Rui Costa (Por) Lampre-Merida 0:05:20
84 Tiago Machado (Por) Team Katusha 0:27:34
115 Nelson Oliveira (Por) Lampre-Merida 0:35:06
168 José Mendes (Por) Bora-Argon 18 0:52:54

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário