Davide Rebellin não estará na edição deste ano do Giro

Davide Rebellin na Volta à Turquia
O veterano David Rebellin não irá estar presente na edição deste ano do Giro. A equipa polaca CCC Sprandi-Polkowice optou por não levar o ciclista de 43 anos.
O italiano tem estado em destaque na Volta à Turquia, onde lidera a classificação geral e venceu a 3ª etapa da prova.
Rebellin mostrou-se desiludido: " Queria estar presente, mas a equipa decidiu que não.".

Em janeiro, Mauro Vegni, director da RCS, organizadora do Giro em relação a Davide Rebellin e Stefan Schumacher afirmou: "Nunca  direi que eles não podem vir ao Giro, nem que nós não queremos, mas queria que o Giro começasse sem corredores que causem controvérsia. A equipa vai decidir, se eles decidirem trazê-los, então haverá controvérsia e gostaria do Giro sem nuvens."

A CCC Sprandi-Polkowice, é uma das equipas que receberam um wildcard, depois das declarações de Vegni em janeiro, a equipa polaca se levasse Rebellin ao Giro, muito provavelmente arriscaria a não ser mais convidada. Mauro Vegni foi bem claro, a equipa polaca optou por jogar seguro.

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário