Lars Boom fala sobre 2015


Lars Boom (na imagem)

Lars Boom aponta às clássicas de primavera, especialmente a Paris-Roubaix e também ao Tour de France para o ano de 2015. Na sua primeira temporada na Astana e depois de 11 temporadas na estrutura do Rabobank-Belkin. Uma mudança que se presumia como necessária. Foi um ciclo que culminou com a vitória no Arenberg Tour. Agora sonha em vencer no inferno de paralelos do Norte.


Este ano venceu o dia épico do empedrado no Tour de France. Agora que deixou grande parte da sua vida desportiva na Belkin para trás, anteriormente Rabobank, deverá atingir o seu pico nas clássicas vestido de azul celeste: "Para mim, foi a hora de assinar um novo contrato após 11 anos no mesmo local, dei um passo na minha carreira, começar uma nova aventura. Estava pronto e a ambicionar algo diferente do que tinha na Belkin. Precisava disto, pessoas novas, treinadores novos, directores novos, pessoas novas ao meu redor e novos desafios ", diz ele.
A sua chegada à Astana foi boa e diz que já está integrado com os seus novos companheiros. "A primeira concentração de Montecatini foi muito boa e engraçada, senti-me muito acarinhado quando cheguei. Em Calpe temos feito bons treinos, têm sido bons dias de grupo para entreter e relaxar. É tudo novo para mim. Estou motivado para trabalhar mais e mais ", finaliza.

Também pode interessar:

jdragon cycling team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário