Subidas míticas - Higa de Monréal

Apresento-vos uma 'pequena' subida que é uma autêntica destruidora de pernas, chama-se Higa de Monréal, situada na província Espanhola da Navarra, a sudeste de Pamplona, na Sierra de Alaíz.
Esta subida nunca foi usada em nenhuma prova oficial de estrada. Uma das possíveis razões para que seja ignorada pela organização da Vuelta e de outras provas 'menores', é que parte do percurso é realizado em 'sterrato', que é um misto de terra e gravilha.

Vista de longe, esta montanha tem muitas parecenças com o 'nosso' Monte Farinha, no entanto as semelhanças acabam aí. Esta subida é um pouco mais curta, mas é devastadora. São 8,1 Kms a uma inclinação média de 9,5%! 

A vista para o alto da Higa de Monréal
Este monte, é admirado pelos ciclistas amadores, tanto de estrada como de BTT daquela zona de Espanha e não é para menos, apesar de ser um suplicío, tal a dificuldade da mesma.

Altimetria da subida
Características:
Distância: 8,1 Kms
Subida acumulada: 731 m
Inclinação média: 9,5%
Altitude no topo: 1281 m

A subida começa na vila de Monréal, os 3 primeiros Kms são bastante 'normais', com médias de 5,7%, 7,7% e 6,1%. Apartir do 3º Km, a coisa empina e de que maneira, até ao topo, nunca desce abaixo dos 9%, sendo este Km o mais 'suave'. 
Do 4º Km até ao fim, sempre acima dos 10%, neste Km encontram-se as rampas mais complicadas, 2 zonas a 17%, a primeira entre os 100 e 200 metros e o último em cima da linha dos 5 Kms.
No fim do 5º Km e inicio do 6º, estão as rampas mais longos a uma média maior, entre  13 a 15%, durante 300-400 metros.

Últimos metros da Higa de Monréal
No último Km, nos últimos metros aparecem rampas de 16%, finalizando a subida. Curta e muito dura, é o que se pode dizer desta subida.

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário