La Vuelta a España - Antevisão da 6ª etapa

No primeiro fim-de-semana de prova, a Vuelta anda pela região de Aragão, num dia que deve ser para a fuga.

Biescas - Aramón Formigal, 146,4 Km


Primeiros 60 Km planos, com pequenos topos mas que não são significativos. A primeira subida categorizada está aos 71.5 Km, Alto de Petralba (3ª cat., 6.2 Km a 4.1%) segue-se descida de 10 Km rápida e uma zona de falso plano até Sarvisé onde começa a segunda contagem de montanha,  Puerto de Cotefablo (2ª cat., 12.7 Km a 4.1%), é longa mais muito suave.
A descida é mais longa que a anterior, 15 Km, com uma zona plana pelo meio. Em Biescas encontra-se o sprint intermédio e o inicio da subida final.

Subida final
Ascensão muito irregular, com destaque para os últimos 3500 metros, que não baixa dos 6% e tem uma rampa a 9%. Não é nada de extraordinário e não será um terreno para se fazerem diferenças muito grandes.

Subidas categorizadas:
71.5 Km - Alto de Petralba (3ª cat., 6.2 Km a 4.1%)
106.9 Km - Puerto de Cotefablo (2ª cat., 12.7 Km a 4.1%)
FINAL - Aramón Formigal (1ª cat., 14.6 Km a 4.6%)

Condições meteorológicas

Dia seco.
Temperatura a rondar os 14ºC.
Vento fraco

Favoritos

Dia de sucesso da fuga?
Depende muito da vontade da Jumbo-Visma, Movistar e Ineos. A Ineos e a Movistar deverão ter cuidado, porque se levam a corrida para um final seletivo, Roglic pode voltar a bater a concorrência e a bonificar.

Existem diversos nomes com liberdade para estar na fuga:
DQT - Cattaneo, Cavagna, Bagioli
UAE - Costa, Henao
Trek - Lopez, Ries
Sunweb - Power, Storer
Astana - Aranburu, Sanchez
Bora - Schelling
Mitchelton - Smith, Stannard
Groupama - Armirail
EF - Woods, Van Garderen
Bahrain - Buitrago
AG2R - Champoussin
CCC - Hirt
Lotto -  Wellens
Cofidis - Herrada, Martin
NTT - Valgren, Gasparotto, Mader
ISN - Piccoli
Caja-Rural - Serrano

⭐⭐⭐ Roglic
⭐⭐ D. Martin, Carapaz
⭐ Vlasov, G. Martin, S. Kuss, H. Carthy, Mas

A nossa aposta: Primoz Roglic
Se a corrida for decidida em mais um sprint entre os homens da geral, o esloveno tem poucos adversários à altura. Está forte e nota-se que a Jumbo-Visma está a controlar a corrida sem ainda usar a artilharia pesada.

Joker: Aleksandr Vlasov
O russo tem liberdade, porque perdeu muito tempo na 1ª etapa. A sua forma melhorou nos dias seguintes e se atacar no grupo de favoritos é provável que ninguém lhe responda.


Seguir em directo: #LaVuelta2020

 

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Publicar um comentário