Tirreno-Adriatico (2.WT) - Antevisão


O Tirreno-Adriático, é atualmente uma das provas por etapas mais importantes, também conhecida como Corsa dei Due Mari (em Português, 'a corrida dos dois mares'), porque como indica o nome da corrida, corre-se entre dois mares (Tirreno e Adriático), ligando as duas costas.
Esta será a 55ª edição, a primeira realizou-se em 1966 e foi ganha por Dino Zandegu. A lista de vencedores é um autêntico rol de nomes gigantes da modalidade. Roger De Vlaeminck detém o recor de vitórias, com 6, mas a lista contém, Francesco Moser (2), Joop Zoetemelk (1), Tony Rominger (2), Fabian Cancellara (1), Vincenzo Nibali (2), Cadel Evans (1), Alberto Contador (1) e Nairo Quintana (2).
É das poucas provas 'históricas' que não foram vencidas por Eddy Merckx.

História

últimos 10 vencedores
2010 Stefano Garzelli (ITA)
2011 Cadel Evans (AUS)
2012 Vincenzo Nibali (ITA)
2013 Vincenzo Nibali (ITA)
2014 Alberto Contador (ESP)
2015 Nairo Quintana (COL)
2016 Greg Van Avermaet (BEL)
2017 Nairo Quintana (COL)
2018 Michal Kwiatkowski (POL) Team Sky
2019 Primoz Roglic (ESL) Jumbo-Visma


Percurso

 07/09 Etapa 1 - Lido di Camaiore › Lido di Camaiore (133 Km)
 08/09 Etapa 2 - Camaiore › Follonica (201 Km)
 09/09 Etapa 3 - Follonica › Saturnia (217 Km)
 10/09 Etapa 4 - Terni › Cascia (194 Km)
 11/09 Etapa 5 - Norcia › Sassotetto (202 Km)
 12/09 Etapa 6 - Castelfidardo › Senigallia (171 Km)
 13/09 Etapa 7 - Pieve Torina › Loreto (181 Km)
 14/09 Etapa 8 - San Benedetto del Tronto › San Benedetto del Tronto (10.1 Km)

Percurso com um pouco de tudo, desde etapas para sprinters, puncheurs, trepadores e um contrarelógio individual que fecha a prova.
As etapas 4 e 5 são as mais duras da prova e aquelas que farão maiores diferenças, não esquecendo a 3ª e 7ª etapas, que não sendo de alta-montanha, têm percurso ondulados e seletivos.

Perfis
 07/09 Etapa 1 - Lido di Camaiore › Lido di Camaiore (133 Km)
Etapa com a subida para Pitoro na primeira metade. No entanto os últimos 60 Km são completamente planos. Dia para sprinters.

 08/09 Etapa 2 - Camaiore › Follonica (201 Km)
Novamente dia para sprinters, as dificuldades não são suficientes para os eliminar.

 09/09 Etapa 3 - Follonica › Saturnia (217 Km)

210 Km, dia longo em cima da bicicleta. Etapa bastante interessante, principalmente os últimos 100 Km, com um constante sobe e desce, típico percurso rompe-pernas. A parte final com o Poggio Murella, com uma rampa acima dos 20%, é ideal para homens explosivos. Os últimos 2 Km são em ligeira subida.

 10/09 Etapa 4 - Terni › Cascia (194 Km)

Dia de alta montanha, com as subidas de Forca di Gualdo e o Rifugio Peruggia, colocadas ainda longe da meta. A última ascensão é aquele que deverá fazer a seleção, Ospedaletto, são 7 Km a 6,2%.
O topo está a 12 Km da meta, o final é em descida.

 11/09 Etapa 5 - Norcia › Sassotetto (202 Km)

Etapa com final em alto, que é onde haverão as maiores diferenças da prova. Subida final de Sassotetto, quase 12 Km de extensão a 7,1%.

 12/09 Etapa 6 - Castelfidardo › Senigallia (171 Km)
Dia para sprinters.

 13/09 Etapa 7 - Pieve Torina › Loreto (181 Km)


Etapa de constante sobe e desce, uma montanha russa durante 181 Km. Ideal para uma fuga ter sucesso, um puncheur deverá ganhar neste dia.

 14/09 Etapa 8 - San Benedetto del Tronto › San Benedetto del Tronto (10.1 Km)
Tradicional contarrelógio do Tirreno-Adriático, totalmente plano ao longo da costa, com ida e volta. Dia para os puros especialistas da luta contra o cronómetro.


Startlist

Aqui

Favoritos

Sprinters
⭐⭐⭐ Fernando Gavíria, Pascal Ackermann, Davide Ballerini
⭐⭐ Tim Merlier, Mathieu Van der Poel, Alberto Dainese
⭐ Ivan Garcia, Michael Matthews, Davide Cimolai

Geral
⭐⭐⭐⭐⭐ Jakob Fuglsang
⭐⭐⭐⭐ Aleksander Vlasov, Vincenzo Nibali
⭐⭐⭐ Wilco Kelderman, Simon Yates
⭐⭐ Dylan Teuns, Rafal Majka
⭐ Geraint Thomas, Jack Haig, Rui Costa

A nossa aposta: Jakob Fuglsang
Vencedor do Giro da Lombardia, Fuglsang parte como o homem a bater. Conta também com uma equipa de luxo, que ainda tem Vlasov como plano B. No ano passado foi 3º.

Joker: Wilco Kelderman
O holandês está a fazer os últimos meses na Sunweb, deixará a equipa no final do ano. Tem aqui um percurso à sua medida, com alguma montanha e um contrarrelógio que lhe assenta bem, onde poderá ganhar tempo aos rivais. 

Portugueses
Dois portugueses estarão presentes.
Rui Costa é a principal aposta da UAE para a geral, candidato ao top-10. 
Rúben Guerreiro pode fazer uma gracinha numa das etapas para puncheurs. A sua equipa tem Woods como suposto líder, mas o canadiano nos últimos tempos tem estado bastante apagado.




Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Publicar um comentário