Vuelta Ciclista al Pais Vasco (2.WT) - Antevisão



A Vuelta al País Vasco ou como os bascos costumam chamar, Itzulia, é uma das provas espanholas mais importantes do calendário, não sendo por acaso que pertence ao calendário World Tour. Este ano a Itzulia celebra a sua 58ª edição, disputada na região espanhola que tem os adeptos mais ferverosos pela modalidade.
A quantidade de vencedores ilustres da prova é notável, desde o primeiro vencedor, Francis Pélissier, passando por Gino Bartali, Luis Ocaña, Jacques Anquetil, Giovanni Battaglin, Sean Kelly, Claudio Chiappucci Tony Rominger, Alex Zulle, Laurent Jalabert, Alberto Contador, Nairo Quintana e Alejandro Valverde.
Entre 1931 e 1968, apenas se realizou uma única vez, em 1935, prova vencida por Gino Bartali. Nesse período, a guerra civil espanhola impediu que a prova se desenvolvesse.
Desde 1969 que nunca mais falhou, sendo realizada ininterruptamente até  aos dias de hoje. Prova marcada pela muita montanha e pelas paisagens deslumbrantes do País Basco.

História

últimos 10 vencedores
2008 Alberto Contador (ESP) Astana
2009 Alberto Contador (ESP) Astana Pro Team
2010 Chris Horner (AME) RadioShack
2011 Andréas Kloden (GER) RadioShack
2012 Samuel Sánchez (ESP) Euskaltel-Euskadi
2013 Nairo Quintana (COL) Movistar Team
2014 Alberto Contador (ESP) Tinkoff-Saxo
2015 Joaquim Rodríguez (ESP) Team Katusha
2016 Alberto Contador (ESP) Tinkoff 
2017 Alejandro Valverde (ESP) Movistar

Edição 2017 (Top-10)
1    Alejandro Valverde (ESP) Movistar Team    20:41:25   
2    Alberto Contador (ESP) Trek-Segafredo    0:00:17   
3    Jon Izaguirre (ESP) Bahrain-Merida    0:00:21   
4    David De La Cruz (ESP) Quick-Step Floors    0:00:44   
5    Primoz Roglic (SLO) Team LottoNl-Jumbo    0:00:59   
6    Louis Meintjes (RSA) UAE Team Emirates    0:01:19   
7    Patrick Konrad (AUT) Bora-Hansgrohe    0:01:40   
8    Sergio Henao (COL) Team Sky    0:01:51   
9    Rigoberto Uran (COL) Cannondale-Drapac    0:01:56   
10    Simon Spilak (SLO) Katusha-Alpecin    0:02:01

Percurso

2/4 Etapa 1 - Zarautz › Zarautz (162,1 Km)
  3/4 Etapa 2 - Zarautz › Bermeo (166,7 Km)
4/4 Etapa 3 - Bermeo › Valdegovía (184,8 Km)
5/4 Etapa 4 (CRI) - Lodosa › Lodosa (19,4 Km)
6/4 Etapa 5 - Vitoria › Eibar (164,7 Km)
7/4 Etapa 6 - Eibar › Arrate (122,2 Km) 
Total: 819.9 Kms 

Há apenas uma chegada em alto (não é exatamente no topo, os últimos 2 quilómetros são a descer), no já tradicional Alto de Usartza (Arrate), no último dia, que decidirá a prova. 
O contrarrelógio na 4ª etapa, também é decisivo e ao contrário de outros anos, é plano, o que beneficia os roladores.
Não há nenhuma etapa fácil, com a presença dos muros bascos em praticamente todos os dias:
- A 1ª etapa, tem a última subida (Elkano) a 7 quilómetros da meta;
- A 2ª etapa tem o San Pelaio a 6 quilómetros da meta;
- A 3ª etapa é a mais gentil de todas, com as dificuldades a serem  na primeira parte da etapa. É o dia mais propicio aos velocistas presentes;
- A 5ª etapa, conta com uma contagem de 1ª categoria que fará a seleção, o Azurki Gaina, a pouco mais de 20 quilómetros da meta.

As condições atmosféricas também é um fator muito importante e que costuma afetar a prova basca.


Perfis
2/4 Etapa 1 - Zarautz › Zarautz (162,1 Km)
Sprints intermédios: 
Orio (0 m, Km 91.7), 
- Zumaia (-2 m, Km 114.2). 

Subidas categorizadas:  
- Jaizkibel (2ª Cat., 459 m, 8.7 Km a 5.2%, Km 57.1), 
- Maddiola (3ª Cat., 354 m, 8.3 Km a 4.2%, Km 85.2), 
- Garate Gaina (3ª Cat., 242 m, 2.9 Km a 7.5%, Km 104.7), 
- Aia (3ª Cat., 328 m, 3.7 Km a 6.2%, Km 140.0), 
- Elkano Gaina (2ª Cat., 273 m, 2.7 Km a 9.4%, Km 155.3).


3/4 Etapa 2 - Zarautz › Bermeo (152,7 Km)
Sprints intermédios: 
Kortezubi (12 m, Km 78.8), 
- Bakio (8 m, Km 140.7).

Subidas categorizadas:  
- Natxitua (3ª Cat., 197 m, 2.4 Km a 7.9%, Km 61.2), 
- Almika-Sollube (1ª Cat., 392 m, 4.2 Km a 9.1%, Km 100.9), 
- Jata (3ª Cat., 271 m, 4.2 Km a 5.3%, Km 135.6), 
- San Pelaio (2ª Cat., 297 m, 3.6 Km a 7.9%, Km 161).


Zona de abastecimento:  
- Km 81.3.

4/4 Etapa 3 - Bermeo › Valdegovía (184,8 Km)
Sprints intermédios: 
- Anuncita (530 m, Km 114.8), 
- Anuncita (561 m, Km 153.1).
 
Subidas categorizadas:  
- Errigoiti (3ª Cat., 265 m, 4.5 Km a 4.8%, Km 19.0), 
- Aretxabaigane (3ª Cat., 324 m, 4.1 Km a 4.5%, Km 34.7), 
- La Barrerilla (2ª Cat., 638 m, 6.5 Km a 5.6%, Km 91.5).

5/4 Etapa 4 (CRI) - Lodosa › Lodosa (19,4 Km)

6/4 Etapa 5 - Vitoria › Eibar (164,7 Km)
Sprints intermédios:  
- Bergara (158 m, Km 95.5), 
- Loiola (89 m, Km 118.3).
 
Subidas categorizadas:  
- Elosua Gaina (2ª Cat., 681 m, 7.0 Km at 7.5%, Km 102.5), 
- Endoia Gaina (2ª Cat., 407 m, 5.5 Km at 6.6%, Km 133.2), 
- Azurki Gaina (1ª Cat., 665 m, 6.1 Km at 7.2%, Km 142.6).

Zona de abastecimento:  
- Km 84.8.

7/4 Etapa 6 - Eibar › Arrate (122,2 Km)

Sprints intermédios:
- Eibar (117 m, Km 83.8),
- Etxebarria (132 m, Km 96.5).

Subidas categorizadas:
- Trabakua (3ª Cat., 394 m, 3.8 Km a 4.3%, Km 8.2),
- Gontzagaraigana (3ª Cat., 357 m, 5.0 Km a 4.7%, Km 18.8),
- Bizkaiko Begitorakoia (3ª Cat., 430 m, 4.3 Km a 5.6%, Km 25.8),
- Muniketa Gane (3ª Cat., 380 m, 5.2 Km a 5.2%, Km 39.4),
- Elgeta (2ª Cat., 468 m, 4.1 Km a 7.0%, Km 63.5),
- Izua (1ª Cat., 539 m, 4.9 Km a 8.4%, Km 89.5),
- Urkaregi (3ª Cat., 344 m, 5.6 Km a 4.4%, Km 104.1),
- Usartza - Alto de Arrate (1ª Cat. 561 m, 3.7 Km a 11.4%, Km 119.9).



Startlist

Aqui

Favoritos

***** Mikel Landa
**** Nairo Quintana, Ion Izagirre
*** Primoz Roglic, Michal Kwiatkowski, Julian Alaphilippe, Richie Porte, Rigoberto Uran
** Pierre Latour, Bauke Mollema, Romain Bardet, Ilnur Zakarin, Simon Spilak, Damiano Caruso
* Hugh Carthy, Alexis Vuillermoz, Rui Costa, Patrick Konrad, Vincenzo Nibali, Dylan Teuns, David De La Cruz, Gorka Izagirre, Michael Woods

A nossa aposta: Mikel Landa
O basco corre em casa pela primeira vez com as cores da sua nova equipa e motivação não faltará. Será também a primeira prova em que compartilhará a liderança com Nairo Quintana, será interessante ver como será a dinâmica da equipa, com eles os dois em prova.

Outsider: Ion Izagirre
É um dos líderes da Bahrain-Merida, juntamente com Nibali e o irmão Gorka. Foi 3º em 2017 e 2015, a seu favor este ano, tem o contrarrelógio plano.
Esteve forte no Paris-Nice e em casa, a motivação é maior.

Os Portugueses
Serão dois portugueses que estarão na Itzulia este ano. Um deles é Rui Costa, que liderará a UAE-Team Emirates. Apesar das subidas bascas não serem as melhores para o poveiro, não será de estranhar se no final conseguir estar no top-10 da geral. Em 2015 e 2016 foi 7º na geral.
O outro é Rúben Guerreiro, que deverá apoiar Bauke Mollema, que procura um lugar entre os primeiros.

Seguir em directo:  @ehitzulia, #itzulia 

(a partir das 14:30, hora Portugal continental)



Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário