Ronde van Drenthe (1.HC) - Antevisão


Criada em 1960, a Ronde van Drenthe comemora em 2018 a sua 56ª edição. Apenas em 1996 é que a prova passou a ser disputada por profissionais. Os holandeses dominam a lista de vencedores, mas desde que a prova passou para o circuito profissional as coisas mudaram e os corredores da casa deixaram de dominar por completo.
Este ano, a prova subiu de categoria de 1.1 para 1.HC.

História

últimos 10 vencedores
2008 Coen Vermeltfoort (NED) Rabobank Continental Team
2009 Maurizio Biondo (ITA) Ceramica Flaminia-Bossini Docce
2010 Alberto Ongarato (ITA) Vacansoleil
2011 Kenny Van Hummel (NED) Skil-Shimano
2012 Bert-Jan Lindeman (NED) Vacansoleil-DCM
2013 Alexander Wetterhall (SWE) NetApp-Endura
2014 Kenny Dehaes (BEL) Lotto-Belisol
2015 Edward Theuns (BEL)  Topsport Vlaanderen - Baloise
2016 Jesper Asselman (NED) Roompot - Oranje Peloton
2017 Jan-Willem van Schip (NED) Delta Cycling 

Edição 2017 (Top-10)
1     Jan-Willem van Schip (NED)     Delta Cycling     04:48:55
2     Twan Castelijns (NED)    LottoNL-Jumbo     s.t.
3     Jasper De Buyst (BEL)    Lotto-Soudal     00:00:15
4     Adam Blythe (GBR)    Aqua Blue     s.t.
5     Elmar Reinders (NED)     Roompot-Nederlandse Loterij     s.t.
6     Danilo Napolitano (ITA)    Wanty-Groupe Gobert     s.t.
7     Chris Opie (GBR)    BIKE Channel Canyon     s.t.
8     Twan Brusselman (NED)    Destil-Jo Piels     s.t.
9     Maxime Farazijn (BEL)    Sport Vlaanderen-Baloise     s.t.
10     František Sisr (CZE)    CCC Sprandi Polkowice     s.t.

Percurso

Emmen > Hoogeveen, 194.2 Km

Serão quase 195 quilómetros por entre estradas estreitas e algumas seções de pavé, ao todo serão 11, a última localiza-se a 20 quilómetros do final.
O Vamberg irá ser ultrapassado por 4 vezes seguidas, bem no meio da prova. È uma subida muito curta, nos últimos 50 quilómetros.

Sprints intermédios:
- Emmen (21 m, Km 12.4), 
- Meta (12 m, Km 149.9).

Subidas categorizadas:  
- Vamberg (38 m, 0.5 Km a 4.1%, Km 112.6), 
- Vamberg (38 m, 0.5 Km a 4.1%, Km 119.6), 
- Vamberg (38 m, 0.5 Km a 4.1%, Km 126.6), 
- Vamberg (38 m, 0.5 Km a 4.1%, Km 133.7).

Sectores de pavé:  
1. Weerdingerzandweg (+, 800 m, Km 18.3), 
2. Dalakkersweg (+, 4000 m, Km 23.3), 
3. Holtakkersweg (+, 4700 m, Km 32.2), 
4. Steenhopenweg (+, 2600 m, Km 56.4), 
5. Bodenpad (+, 500 m, Km 66.2), 
6. Bosrand (+, 400 m, Km 69.9), 
7. Schaapstreek (+, 3300 m, Km 78.1), 
8. Wezup (+, 2100 m, Km 86.7), 
9. Echtensedijk (+, -14100 m, Km 162.4), 
10. Bosweg (+, 1400 m, Km 172.3), 
11. Echtensedijk (+, 1000 m, Km 176.4). 


Startlist

Aqui

Condições meteorológicas


Existe a probabilidade da chuva aparecer, a temperatura rondará os 8ºC durante toda a prova e o vento segundo as previsões, soprará moderado a forte de sudeste.

Favoritos

***** Kenny Dehaes, Coen Vermeltfoort
**** Moreno Hofland, Frederik Backaert
*** Hugo Hofstetter, Amaury Capiot, Floris Gerts, Dimitri Claeys, Adam Blythe, Pim Ligthart
** Lawrence Naesen,  Patrick Müller, Tom Devirendt, Floris Gerts, Stijn Devolder
* Pascal Eenkhorn, Wesley Kreder, Kenneth Vanbilsen, Bert-Jan Lindeman, Jan Willem Van Schip

A nossa aposta: Kenny Dehaes
O belga é um ciclista capaz de finalizar bem e também é atacante. Foi 21º na Kuurne-Brussel-Kuurne, que é um bom resultado para um corredor que corre numa equipa pro-continental.
O percurso adapta-se muito bem às suas características, sem grandes subidas e com pavé.

Outsider: Hugo Hofstetter
Começou o ano com alguns resultados interessantes. É um corredor que gosta de pavé e tem características bastante boas para este tipo de terreno.
É também um ciclista com um bom sprint, que lhe aumentam a possibilidades.

Seguir em directo: @Rondevdrenthe#RondevDrenthe

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário