Vuelta a España 2017 - Antevisão 16ª etapa

Depois do dia de descanso, que foi aproveitado para que a Vuelta se mudasse de armas e bagagens da Andaluzia para a Navarra, chega o contrarrelógio individual. Serão 40 quilómetros, provavelmente decisivos para a luta pela classificação geral.

Mapa da etapa
Perfil da etapa
Perfil perfeito para roladores, com muito poucas subidas e as que há, são insignificantes. As partes, inicial e final são mais técnicas, mas depois será sempre a rolar até à meta

Local de partida: Circuito de Navarra


O circuito de Navarra é um circuito de velocidade, localizado nas proximidades de Los Arcos (Navarra). Abriu a 19 de Junho de 2010 com a apresentação do MotoGP Inmotec GPI 10 e seu primeiro teste nacional foi realizado no dia 31 de Julho. O primeiro teste internacional em 2010, foi a celebração da Fórmula Superleague e do Campeonato Mundial GT1 em 23 e 24 de Outubro. O Circuito de Navarra é uma infra-estrutura única. Os seus 3.933 metros formam um layout atraente e muito técnico. Com capacidade para hospedar a prática de Fórmula 1, o circuito está preparado para juntar-se a uma lista selecta de circuitos como Jarana, Jerez ou Assen.

Cidade de chegada: Logroño


Logroño é uma cidade e município localizado no norte de Espanha, capital da comunidade autônoma de La Rioja. 
Historicamente, é um lugar de passagem do Caminho de Santiago. Logroño tornou-se um dos centros urbanos mais importantes da Navarra e Castilla, tanto cultural como economicamente. No último século, a cidade passou por um crescimento demográfico lento mas significativo em relação às populações próximas, causadas principalmente pelos movimentos migratórios de outros distritos da província. 
A história de Logroño com a Vuelta começou em 1941. A última vez que uma etapa terminou na cidade decorria o ano de 2014 e venceu o alemão John Degenkolb.


Condições meteorológicas

Dia marcada por muito sol e temperaturas a rondar os 30ºC em Navarra. O vento irá soprar fraco de este, mudando progressivamente ao longo da tarde a direção para norte

Favoritos

Classificação geral após 15ª etapa:
1 Christopher Froome (GBr) Team Sky 62:06:25
2 Vincenzo Nibali (Ita) Bahrain-Merida 0:01:01
3 Ilnur Zakarin (Rus) Katusha-Alpecin 0:02:08
4 Wilco Kelderman (Ned) Team Sunweb 0:02:11
5 Johan Esteban Chaves Rubio (Col) Orica-Scott 0:02:39
6 Miguel Angel Lopez (Col) Astana Pro Team 0:02:51
7 Fabio Aru (Ita) Astana Pro Team 0:03:24
8 Michael Woods (Can) Cannondale-Drapac 0:03:26
9 Alberto Contador Velasco (Spa) Trek-Segafredo 0:03:59
10 Wout Poels (Ned) Team Sky 0:05:22
11 David de la Cruz (Spa) Quick-Step Floors 0:07:47
12 Steven Kruijswijk (Ned) Team LottoNL-Jumbo 0:08:08
13 Tejay van Garderen (USA) BMC Racing Team 0:08:16
14 Louis Meintjes (RSA) UAE Team Emirates 0:09:02
15 Mikel Nieve Ituralde (Spa) Team Sky 0:18:45
16 Sergio Pardilla Bellon (Spa) Caja Rural-Seguros RGA 0:19:12
17 Nicolas Roche (Irl) BMC Racing Team 0:21:40
18 Daniel Moreno Fernandez (Spa) Movistar Team 0:27:42
19 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale 0:30:41
20 Darwin Atapuma (Col) UAE Team Emirates 0:34:47
---
38 Nelson Oliveira (Por) Movistar Team 1:16:09
40 Rui Alberto Faria da Costa (Por) UAE Team Emirates
47 Ricardo Vilela (Por) Manzana Postobon 1:40:20
137 Rafael Reis (Por) Caja Rural-Seguros RGA 3:15:36


*** Chris Froome 
** Bob Jungels, Yves Lampaert, Tobias Ludvigsson
 Nélson Oliveira, Stef Clement, Luis Leon Sanchez, Wilco Kelderman

A nossa aposta: Chris Froome
Pode enterrar a decisão do vencedor da Vuelta. Para isso terá de fazer um contrarrelógio parecido ao que realizou na Vuelta de 2016, onde voou. 
Caso consiga estar ao seu melhor nível, é o grande favorito a vencer a etapa. O britânico deverá tentar ganhar o máximo de tempo possível, para enfrentar uma semana final com maior tranquilidade, onde os  Los Machucos e o Angliru, prometem muito.

Outsider: Bob Jungels
O luxemburguês ao contrário do Giro, abdicou da geral e tem aqui a oportunidade de lutar por uma etapa. 
Em condições normais é um dos melhores contrarrelogistas em prova e sem as preocupações de lutar pela geral, deve estar mais 'fresco' do que a grande maioria.

Seguir em directo: #LV2017 #laVuelta #Vuelta2017 #laVuelta2017
(a partir das 11:30)
(a partir das 12:30)



Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário