Volta à França 2017 - Antevisão 12ª etapa

Depois do dia de descanso e de duas etapas planas, onde os sprinters reinaram, a montanha regressa com uma etapa longa e com um final em alto.

Rescaldo da 11ª etapa
Sem surpresas as equipas dos sprinters controlaram a corrida, mas desta vez não foi tão fácil anular, já que um dos elementos, Maciej Bodnar apenas foi apanhado a 3 metros da linha de meta O final foi um sprint em pelotão compacto, novamente ganho com facilidade por Marcel Kittel, a sua 5ª vitória nesta edição, a 14ª na sua carreira no Tour.


Classificação da 11ª Etapa do Tour (Top 10)
1 Marcel Kittel (Ger) Quick-Step Floors    4:34:27   
2 Dylan Groenewegen (Ned) Team LottoNl-Jumbo        
3 Edvald Boasson Hagen (Nor) Dimension Data        
4 Michael Matthews (Aus) Team Sunweb        
5 Daniel Mclay (GBr) Team Fortuneo - Oscaro        
6 Davide Cimolai (Ita) FDJ        
7 André Greipel (Ger) Lotto Soudal        
8 Nacer Bouhanni (Fra) Cofidis, Solutions Credits        
9 Ben Swift (GBr) UAE Team Emirates        
10 Danilo Wyss (Swi) BMC Racing Team
...
119 Tiago Machado (Por) Katusha-Alpecin

Classificação geral após a 11ª Etapa (Top 10)
1 Christopher Froome (GBr) Team Sky 47:01:55   
2 Fabio Aru (Ita) Astana Pro Team 0:00:18   
3 Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale 0:00:51   
4 Rigoberto Uran (Col) Cannondale-Drapac 0:00:55   
5 Jakob Fuglsang (Den) Astana Pro Team 0:01:37   
6 Daniel Martin (Irl) Quick-Step Floors 0:01:44   
7 Simon Yates (GBr) Orica-Scott    0:02:02   
8 Nairo Quintana (Col) Movistar Team 0:02:13   
9 Mikel Landa (Spa) Team Sky 0:03:06   
10 George Bennett (NZl) Team LottoNl-Jumbo 0:03:53
...
56 Tiago Machado (Por) Katusha-Alpecin 0:47:32

Diferenças entre os chefes de fila:
1 - Cris Froome (Team Sky) 38h26’28”
2 - Fabio Aru (Astana Pro Team) +18″
3 - Romain Bardet (AG2R La Mondiale) +51″
4 - Rigoberto Urán (Cannondale-Drapac) +55″
5 - Jakob Fuglsang (Astana Pro Team) +1:37
6 - Dan Martin (Quick-Step Floors) +1:44
7 - Simon Yates (Orica-Scott) +2:02
8 - Nairo Quintana (Movistar Team) +2:13
11 - Louis Meintjes (UAE Team Emirates) +5:00
12 - Alberto Contador (Trek-Segafredo) +5:15
16 - Damiano Caruso (BMC) +6:58
18 - Emanuel Buchmann (Bora-Hansgrohe) +8:46
31 - Andrew Talansky (Cannondale-Drapac) +29:11
36 - Esteban Chaves (Orica-Scott) +32:03

Perfil da 12ª etapa
Mapa da 12ª etapa
Etapa longa, com mais de 214 quilómetros com seis contagens de montanha, duas de 1ª categoria, uma de categoria HC e o final a terminar numa de 2ª categoria em Peyragudes.
Os últimos 41 quilómetros são terríveis, com o Port de Balès a ser a primeira a ser ultrapassada, seguido de uma descida até ao inicio da subida para o Col de Peyresourde. 
A subida final com meta em Peyragudes, tem uma ligeira descida antes de os ciclistas a enfrentarem.

Aqui ficam todas as contagens de montanha:
Km 64.0 - Côte de Capvern 7.7 Km de extensão a 3.1% - categoria 4
Km 111.5 - Col des Ares (797 m) 7.4 Km de extensão a 4.6% - categoria 2
Km 139.5 - Col de Menté (1 349 m) 6.9 Km de extensão a 8.1% - categoria 1
Km 184.0 - Port de Balès (1 755 m) 11.7 Km de extensão a 7.7% - categoria HC
Km 209.5 - Col de Peyresourde (1 569 m) 9.7 Km de extensão a 7.8% - categoria 1
Km 214.5 - Peyragudes (1 580 m) 2.4 Km de extensão a 8.4% - categoria 2
Últimos 41 Kms

Cidade de partida:  Pau
Ville de Pau
Pau é uma cidade francesa situada no departamento dos Pirenéus-Atlânticos, na região da Aquitânia-Limusino-Poitou-Charentes.
Situada no sopé dos Pirenéus, a localidade é conhecida pelos seus talentos emergentes, tanto em desportos de montanha, como no rugby. É já um habitué como cidade do Tour. Conta com cerca de  87,500 habitantes.

Cidade de chegada: Peyragudes
Peyragudes
Peyragudes é uma estância de esqui nos Pirenéus franceses, localizada nos departamentos de Hautes-Pyrénées e Haute-Garonne.
A estância foi criada em 1988, quando as estações Peyresourde e Agudes se juntaram. 
São 60 quilómetros divididos por 49 pistas. Conta ainda com 17 teleféricos, um parque de neve e um espaço nórdico com 15 quilómetros de pistas em três circuitos.
No inverno, a estância oferece muitas mais atividades do que apenas esquiar: trenó, parapente, trekking, cães de trenó, entre outros.
No verão, várias caminhadas são organizadas e onde se pode vivenciar imensas experiências (criação de ovelhas, pesca, património, vida selvagem). Apenas a 12 km da estância, o spa Loudenvielle também oferece vários banhos exóticos: ameríndios, tibetanos, romanos, turcos ou japoneses. Alguns estão até abertos a crianças.

Condições meteorológicas

Céu limpo, 25 ºC de temperatura ao longo da etapa e vento fraco de norte, mas que pode variar ao longo do percurso.

Favoritos

*** FUGA (Lilian Calmejane, Thibaut Pinot, Warren Barguil, Serge Pauwels, Thomas de Gendt, Carlos Betancur, Jarlinson Pantano, Primoz Roglic, Alexis Vuillermoz, Tiesj Benoot, Esteban Chaves)
** Chris Froome, Daniel Martin
* Fabio Aru, Romain Bardet, Rigoberto Uran

A nossa aposta:
Thibaut Pinot (FUGA)
Apostamos no sucesso da fuga e dentro das várias possibilidades, escolhemos Thibaut Pinot. O francês está no Tour para ganhar etapas, ainda não o fez, esta etapa é mais uma oportunidade, num dia que lhe assenta bem nas suas características.

Outsider: Chris Froome
De entre os favoritos acreditamos que Froome irá querer ganhar tempo aos seus adversários. Tem três corredores a menos de um minuto de si.
A Astana também poderá estar fragilizada, o que é um ponto a seu favor, já que Fuglsang caiu na etapa anterior e tem fraturas menores no braço. A Ag2R La Mondiale pode ser uma dor de cabeça para ele e para a Sky.

Seguir em directo: #tdf2017, #letour, #tdf
(a partir das 10:00, hora de Portugal Continental)
(a partir das 13:10, passa para a RTP1 às 14:30, hora de Portugal Continental)





Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário