Poels: "Para ser gregário do Froome não preciso estar a 100% no primeiro dia"

Poels na Route du Sud (Foto: Tim de Waele/TDWSport.com)
Woet Poels está optimista sobre o seu lugar na equipa da Sky para a Volta à França, tendo regressado à competição na Route du Sud, após uma lesão no joelho.

O ciclista da Sky não corria desde a Volta à Andaluzia e tinha uma grande pressão para recuperar a tempo da Volta à França. Apesar de na sua participação na Route du Sud ter passado despercebido (terminou no 41º a mais de 26 minutos do vencedor), tudo indica que se encontra bem e recuperado da lesão. A condição imposta pela equipa era que não sentisse dor no joelho e, felizmente para ele, completou estes quatro dias de competição sem percalços.
Poels é considerado um dos principais apoios de Chris Froome para a Grande Boucle, como já o foi em edições anteriores.

"Acredito que estarei na Volta à França. O meu progresso tem sido evidente e para além disso, para ser gregário do Froome não preciso estar a 100% no primeiro dia. Preciso estar bem para trabalhar na terceira semana, nos Alpes.
Agora vou uns dias para os Pirenéus, para fazer o reconhecimento de algumas etapas, sinal que a equipa confia em mim. Também falamos de ir à Vuelta, já que ao ter estado fora da competições por vários meses, estarei mais fresco nessa altura.
Seja como for, hoje só penso em acompanhar o Chris na Volta à França", disse Poels ao De Telegraaf.

Fonte: http://www.cyclingnews.com 

 

Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário