Quem usar passeios na Volta à Flandres será desqualificado

Gent-Wevelgem 2016 (Foto: Tim de Waele/TDWSporto.com)
Ciclistas e equipas já estão avisados, a tolerância será 0 para aqueles que usarem passeios ou bermas para daí tirarem vantagem.
Em declarações ao jornal belga Het Laatste Nieuws, o comissário chefe da UCI, Didier Simon, afirmou que se vir um ciclista a usar o passeio com a intenção de ganhar nem que seja um metro de vantagem, esse ciclista será desqualificado da prova.

As regras da UCI indicam que, os ciclistas que usarem caminhos que não façam parte do percurso deverão ser punidos com uma multa de 200 francos suíços e/ou a eliminação. Esta regra foi introduzida em 2014 mas este ano tornou-se polémica em algumas provas.

Ainda esta semana, 15 ciclistas foram multados após usarem os passeios durante a 1ª etapa de os Três Dias de Panne mas, dentro do pelotão cresce o sentimento de descontentamento pela forma inconsistente como a regra tem vindo a ser aplicada, já para não falar da suspeita de que os comissários têm receio de impor a sanção mais grave - eliminação da prova.

Didier Simon afirmou que não teria qualquer problema em desqualificar quem quer se fosse ou se essa decisão iria alterar o resultado da prova ou não.
"Realmente não importa, basta perguntar a Romain Bardet", relembrando que o francês foi eliminado do Paris-Nice por se ter agarrado ao carro da equipa para tentar volta ao pelotão, após uma queda.

Amanha, véspera da prova, haverá uma reunião entre a organização, os comissários e os directores das equipas para confirmar e esclarecer a forma como esta questão será abordada.



Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário