XXVI Playa de Palma Challenge Ciclista Mallorca - Antevisão



O Challenge de Maiorca é uma série de quatro clássicas, realizadas em quatro dias seguidos, disputado nas Ilhas Baleares. Disputa-se desde 1992 e em 2017 comemora a sua 26ª edição.
Como vem sendo hábito, estas provas marcam o inicio da temporada de ciclismo na Europa, todas elas são da categoria 1.1.
Até 2011 a prova consistia em cinco clássicas, mas a partir de 2012 passaram a ser apenas quatro provas, realizadas em finais de janeiro.
Até 2009, era atribuído vitória na geral, consistindo basicamente numa prova por etapas, desde daí que passou a serem atribuídas vitórias por cada clássica.

Vencedores da prova até 2009:
1992 Javier Murguialday (ESP) Lotus–Festina
1993 Laurent Jalabert (FRA) ONCE
1994 David Garcia Marquina (ESP) Banesto
1995 Alex Zülle (SUI) ONCE
1996 Francisco Cabello (ESP) Kelme–Artiach
1997 Laurent Jalabert (FRA) ONCE
1998 Léon van Bon (NED) Rabobank
1999 José Luis Rebollo (ESP) ONCE–Deutsche Bank
2000 Francisco Cabello (ESP) Kelme–Costa Blanca
2001 Matthew Hayman (AUS) Rabobank
2002 Francisco Cabello (ESP) Kelme–Costa Blanca
2003 Alejandro Valverde (ESP) Kelme–Costa Blanca
2004 Antonio Colom (ESP) Illes Balears–Banesto
2005 Alejandro Valverde (ESP) Illes Balears–Banesto
2006 David Bernabeu (ESP) Comunidad Valenciana
2007 Luis León Sánchez (ESP) Caisse d'Epargne
2008 Philippe Gilbert (BEL) Française des Jeux
2009 Antonio Colom (ESP) Team Katusha

Troféu Porreres, Felanitx, Ses Salines, Campos (1.1) - 26 de Janeiro

História
2012 Andrew Fenn
2013 Leigh Howard
2014 Sacha Modolo
2015 Mateo Pelucchi
2016 André Greipel

Percurso
A primeira prova das quatro, é ideal para os puros sangue do sprint. E o histórico da prova assim o confirma, com Greipel a ser o último vencedor e Pelucchi, Modolo e Leigh Howard a estarem na lista também.
Apenas conta com duas subidas categorizadas, ambas de 4ª categoria e longe da meta.
 

Startlist
Aqui

Favoritos
Prova com todos os ingredientes para um 'sprintfest', com a disputa da vitoria a ser feita pelos melhores sprinters presentes. Entre eles, destaca-se o vencedor da edição do ano passado, André Greipel.

*** André Greipel, Nacer Bouhanni
** Jonas van Genechten, Daniel Mclay, Alexander Porsev, Mateo Pelucchi
* Jurgen Roelandts, Moreno Hofland, Roman Maikin, Jens Debusschere

A nossa aposta: André Greipel
Com um percurso à sua medida, sem a presença dos seus principais rivais (Cavendish e Kittel) e com um comboio fortíssimo, onde se destacam Hofland e Roelandts, é complicado apostar contra o alemão nesta prova.

Outsider: Jonas van Genechten
Nacer Bouhanni não estará presente, isto quer dizer que van Genechten deve ser a principal aposta da Cofidis. O ciclista belga, irá fazer a primeira corrida com a nova equipa e tem oportunidade de já deixar a sua marca.

Troféu Serra de Tramuntana (1.1) - 27 de Janeiro

História
2013 Alejandro Valverde 
2014 Michał Kwiatkowski 
2015 Alejandro Valverde
2016 Fabian Cancelara 

Percurso
Ao segundo dia de competição, em Maiorca, teremos os trepadores como principais protagonistas. Serão seis subidas categorizadas:
- Coll de Soller (8,2 Kms, 2ª Categoría, 7,6 Km@5,8% );
- Coll d'en Claret (34,7 Kms, 3ª categoria, 10 Km@3,4%);
- Coll d'Honor (62,2 Kms, 2ª categoria,  6,7 Km@5,6%);
- Coll de sa Batalla (100,7 Kms, 2ª categoria, 10,5 Km@4,9%);
- Coll de Puig Maior (114,6 Kms, 2ª categoria, 4,3 Km@5,7%);
- Coll de Bleda (134,4 Kms, 3ª categoria, 3,5 Km@5,4%).

Os últimos 10 Kms são terríveis, com 3 subidas, a ultima das quais, situa-se a pouco mais de 5 Kms da meta. Apesar de ser de 3ª categoria, pode fazer mossa, já que o cansaço se fará sentir.


Startlist
Aqui

Favoritos
O dia vai ser duro, ainda mais para aqueles que estão a fazer os primeiros Kms em competição nesta temporada. Será um dia para os corredores sobem bem e que conseguem também tem uma boa ponta final.
*** Alejandro Valverde
** Tim Wellens, Daniel Moreno, Michal Kwiatkowski
* Leopold Konig, Tony Gallopin, Rafal Majka Andrey Amador, David Arroyo, Jaime Roson, Nicholas Edet, Pieter Weening, Peter Kennaugh, Tiesj Benoot

A nossa aposta: Alejandro Valverde
Vencedor das edições de 2013 e 2015, se confirmar a presença novamente da prova, é o grande favorito. A prova é dura o suficiente para fazer a seleção e Valverde tanto a pode ganhar num grupo restrito como isolado.

Outsider: Michal Kwiatkowski
Vencedor da prova em 2014 e foi 2º na edição do ano passado, atrás de Cancellara. Este ano, volta a ser um dos principais favoritos a vencê-la. É dura, mas o polaco deve aguentar bem este tipo de subidas. Tal como Valverde, tanto pode vencer integrado num grupo (devido à sua ponta final) como isolado.

Nota: Até à hora do fecho desta antevisão, a lista de participantes para esta prova, ainda não estava definida. Por essa razão, é bem capaz que ciclistas mencionados nos favoritos, possam não participar na mesma.

Troféu Andratx-Mirador des Colomer (1.1) - 28 de Janeiro

História
2015 Stefen Cummings

Percurso
O percurso não é tão duro como o do dia anterior, mas também é não é dos melhores para os sprinters. Destaque para a ascensão à subida de Puig Major, que também entra no dia anterior.
A etapa acaba numa pequena subida para o Mirador des Colomer.


Startlist
Aqui

Favoritos
O percurso não é tão duro como o do dia anterior, mas também é ideal para os sprinters. Homens com as caraterísticas de Kwiatkowski, Valverde e Gallopin, que sobem relativamente bem, mas que também conseguem finalizar bem.

*** Alejandro Valverde, Michal Kwiatkowski
** Tim Wellens, Daniel Moreno, Tony Gallopin
*  Leopold Konig, Rafal Majka, Tiesj Benoot, Peter Kennaugh, Andrey Amador, David Arroyo, Jaime Roson, Nicholas Edet, Pieter Weening

A nossa aposta: Michal Kwiatkowski
Tal como no dia anterior, é um dos favoritos. O percurso não é demasiado duro, o que beneficia o polaco, em relação ao dia anterior, onde a dureza é bem maior.

Outsider: Tony Gallopin
Com características semelhantes a Kwiatkowski, o francês e Wellens, caso estejam presentes deverão ser a aposta da Lotto-Soudal.

Nota: Até à hora do fecho desta antevisão, a lista de participantes para esta prova, ainda não estava definida. Por essa razão, é bem capaz que ciclistas mencionados nos favoritos, possam não participar na mesma.

Troféu Palma (1.1) - 29 de Janeiro

História
2010 Robbie McEwen
2011 Tyler Farrar
2012 Andrew Fenn
2013 Kenny Dehaes
2014 Sacha Modolo
2015 Mateo Pelucchi
2016 André Greipel

Percurso
O Challenge de Maiorca termina na Playa de Palma, num final que se espera ao sprint. Com apenas uma subida categorizada de 3ª categoria a meio do percurso, as equipas dos sprinters vão controlar a corrida de forma que a vitória seja disputada em pelotão compacto.


Startlist
Aqui

Favoritos
Percurso plano e sem grandes dificuldades. Em relação à primeira prova do Challenge, que também é para sprinters, Nacer Bouhanni e Mateo Pelucchi devem juntar-se à luta.

*** André Greipel, Nacer Bouhanni
** Jonas van Genechten, Daniel Mclay, Alexander Porsev, Mateo Pelucchi
* Jurgen Roelandts, Moreno Hofland, Roman Maikin, Jens Debusschere

A nossa aposta: André Greipel
Vencedor da edição do ano passado e na teoria é o melhor sprinter em prova, por essa razão, é a escolha óbvia.

Outsider: Mateo Pelucchi
O italiano deverá fazer os primeiros Kms em competição com a nova equipa e será a aposta natural para esta prova. O italiano costuma dar-se bem por terras Baleares, onde em 2015, venceu duas das provas.

Nota: Até à hora do fecho desta antevisão, a lista de participantes para esta prova, ainda não estava definida. Por essa razão, é bem capaz que ciclistas mencionados nos favoritos, possam não participar na mesma.

Seguir em directo: @ChallengeMca; #ChallengeMallorca

Também pode interessar:

Bruno Dias

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário