Tour 2016 - Antevisão 4ª Etapa

Depois de mais uma vitória de Cavendish, a 4ª etapa à primeira vista parece ser outra para os sprinters, mas a parte final engana, com uma subida no último Km, que fará a selecção.
Perfil 4ª etapa


Últimos quilómetros da etapa
É a etapa mais longa, que tal como a anterior tem poucas dificuldades. Apenas uma subida categorizada e ainda longe da meta. No entanto, os últimos 700 metros são bastante interessantes, com uma pendente média de 6,3%, com os primeiros metros a terem zonas acima dos 10%.
Subida categorizada:
Km 182.0 - Côte de la Maison Neuve (D25-D7) 1.2 Km@5.6% - cat. 4

Cidade de partida: Saumur




Saumur é uma localidade francesa da região administrativa da Pays de la Loire, no departamento de Maine-et-Loire. 
É uma cidade marcada pela guerra, tendo sido palco de uma batalha da II Guerra Mundial em 1940 onde a cidade ao sul da margem do Loire foi defendida com êxito pelas forças francesas. Em 1945 Saumur foi condecorada com a Croix de Guerre como símbolo de sua resistência.
A famosa estilista Coco Chanel era natural de Saumur.

Cidade de chegada: Limoges



Limoges é um município, capital do departamento de Haute-Vienne e a capital administrativa da Limousin no centro-oeste da França.
A cidade é conhecida pela sua porcelana do século 19 e pelos seus barris de carvalho que são usados para a produção de Cognac e de Bordeaux. 
Limoges é também uma cidade de desporto. O seu clube de basquetebol, CSP Limoges, é o mais bem sucedido clube francês em qualquer desporto de equipe e a cidade recebe frequentemente grandes eventos desportivos como a Copa Davis.

Condições atmosféricas
Dia calmo em termos meteorológicos. Sem grande vento, com temperaturas agradáveis e com o Sol a marcar presença grande parte da etapa.


Favoritos:

Uma etapa plana mas com os últimos 700 metros a poderem fazer a selecção. A chegada beneficia homens como Peter Sagan, Bryan Coquard e Michael Matthews.
Os sprinters mais rápidos, como Mark Cavendish, Marcel Kittel e André Greipel, deverão ser prejudicados com o final.

*** Peter Sagan
** Greg Van Avermaet, Michael Matthews, André Greipel, Bryan Coquard
* Mark Cavendish, Alejandro Valverde, Julian Alaphilippe, Max Richeze, Edvald Boasson Hagen, John Degenkolb

A nossa aposta: Peter Sagan
Mais uma etapa perfeita para Sagan, onde a dureza do final evita que os puro sangue do sprint disputem a vitória de etapa.
O eslovaco está em grande forma, com a moral no topo e a sua equipa está disposta a tudo para ganhar etapas com Sagan.


Outsider: Michael Matthews
O australiano tem estado algo apagado, mas numa chegada destas é sempre um nome a ter em conta. Não é demasiada dura para ele e não é tão plana o que permite que não tenha que enfrentar os mais rápidos.
Amanhã é o dia em que a Orica tem de trabalhar para o seu sprinter, porque a chegada é perfeita para ele.

Seguir em directo: Eurospor 1, RTP 2, @LeTour#TDF2016

Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário