Tour 2016 - Antevisão 12ª Etapa

A 12ª etapa fica marcada para mudança da meta. Não há condições para se subir todo o Mont Ventoux, devido às condições atmosféricas 
Perfil da 12ª etapa


Perfil do Mont Ventoux

Etapa encurtada em 6 Kms, com o Mont Ventoux a ficar-se pelo Chalet Reynard. O dia tem 3 contagens de montanha, todas eles já depois do 130 Kms, as duas primeiras são de 4ª e 3ª categoria. Que prepara o final em grande estilo no Mont Ventoux, numa das subidas mais míticas de França. Não esquecer que amanhã é dia da Bastilha, um dia muito importante para os franceses. Certamente veremos ciclistas gauleses a tentarem vencer neste dia.
Subidas categorizadas:
Km 131.5 - Côte de Gordes 3.3 Km@4.8% - cat. 4
Km 135.5 - Col des Trois Termes 2.5 Km@7.5% - cat. 3
Km 184.0 - Mont Ventoux-Chalet Reynard (1 435 m) 10 Km@9% - cat. HC

Cidade de partida: Montpellier


Montpellier é uma cidade francesa, a capital do departamento Hérault e da região francesa do Languedoc-Roussillon. Com mais de mil anos de história e com uma arquitectura que mescla o antigo e o moderno. O nome Montpellier provém de mont pelé, o monte pelado, em função de sua escassa vegetação.
Montpellier é famosa pela Universidade de Montpellier. A cidade também abriga um campus da École nationale de l'aviation civile.

Cidade de chegada: Chalet Reynard


Chalet Reynard é uma estância de esqui na face sul do Mont Ventoux, em 1417 metros de altitude. A estância foi criada em Fevereiro de 1927 por Pierre de Champeville1.
Chalet Reynard está localizada na intersecção que liga Bédoin ao cume do Monte Ventoux. As estradas de Bédoin estão acessíveis durante todo o ano. No entanto, até o Monte Ventoux está fechada ao trânsito no inverno, de 15 de novembro a 15 de março de por razões meteorológicas.
É um local perfeito para o desporto, quer de verão quer de inverno. Com piscas de esqui, teleférico, perfeito para o inverno. Trilhos para caminhas e ciclismo, faz o convite a um belo passeio num dia de verão.

Condições atmosféricas
À partida estará bom tempo, com Sol e temperaturas na casa do 23ºC! Vento sempre presente durante toda a etapa, a ser no Noroeste, com rajadas entre os 35 a 50 Km/h ao longo do percurso. 
Devido às fortes rajadas que tem atingido o topo do Mont Ventoux nos últimos e as previsões para a etapa também são de fortes rajas, a meta foi deslocada para o Chalet Reynard. Até aí a subida é resguardada pela intensa vegetação. As temperaturas na meta deverão estar na casa 13ºC.



Favoritos:
Etapa que se for decidida entre os candidatos à geral, estará a vitória entre Quintana, Froome, Dan Martin, Romain Bardet, Adam Yates e Alejandro Valverde. Se uma fuga vingar, destaque para os franceses, que deverão tentar vencer no dia da Bastilha, Thibaut Pinot destaca-se.
*** Chris Froome, Dan Martin
** Nairo Quintana, Adam Yates, Romain Bardet
* Alejandro Valverde, Richie Porte, Joaquim Rodriguez, Fabio Aru, Thibaut Pinot (Fuga), Vincenzo Nibali (Fuga), Rui Costa (Fuga), Rafal Majka (Fuga)

A nossa aposta: Chris Froome
O britânico tem estado forte em todo o tipo de terreno. Na montanha ainda não conseguiu fazer a diferença. Com o encurtar da subida do Ventoux, Froome deve querer sentenciar o Tour já neste dia. A nossa aposta é que ele fará um teste à concorrência.
Outsider: Thibaut Pinot
O francês da FDJ vai querer vencer no dia da Bastilha, para isso deve entrar numa fuga e aproveitar  a liberdade de já estar longe na geral. Além disso está a lutar pela camisola da montanha e tem aqui uma oportunidade de aumentar a vantagem para os mais directos perseguidores.


Seguir em directo: Eurosport 1, RTP 2, @LeTour#TDF2016

Também pode interessar:

Lola Cycling Team

Adora ciclismo e tudo o que se relaciona com bicicletas. O mês de maio e julho são sagrados e tem um carinho pelas clássicas da primavera e pela Volta a Portugal. Ao longo dos anos aprendeu a apreciar a Vuelta.

Sem comentários:

Enviar um comentário